🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
VIZINHO INCORRIGÍVEL

A Argentina ataca novamente: conheça o imposto inventado pelos hermanos para compensar o aumento dos auxílios

Imposto sobre ‘ganhos inesperados’ será cobrado de empresas com sede na Argentina com lucro líquido superior a 1 bilhão de pesos

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
19 de abril de 2022
6:53 - atualizado às 7:01
Alberto Fernández, presidente da Argentina
Alberto Fernández, presidente da Argentina - Imagem: Shutterstock

Sempre que você pensar que a Argentina não pode mais te surpreender em termos de medidas econômicas, não se iluda.

Dolarização, desdolarização, calote e corralito ganham agora a companhia do "imposto sobre ganho inesperado". E não tem nada a ver com prêmios de loteria ou heranças. Mas vamos por partes.

O governo argentino anunciou na noite de segunda-feira, 18, uma série de medidas econômicas com a intenção de restabelecer o poder de compra da população e combater os efeitos do choque causado pela guerra na Ucrânia.

Argentina cria imposto sobre 'ganhos inesperados'

Entre os elementos, está o aumento nos valores de uma série de auxílios pagos pelo governo, incluindo apoios para aposentados e trabalhadores sem renda formal. Até aqui, tudo bem.

A questão é que, para tentar compensar os custos com as medidas, a administração anunciou um novo tributo: o imposto sobre "ganhos inesperados".

"Temos de pedir àqueles que tiveram um ganho inesperado que contribuam", afirmou o presidente Alberto Fernández em evento na Casa Rosada no qual discursou sobre as ações.

Na visão de Fernández, é necessário que as "grandes empresas contribuam para gerar mais desenvolvimento e igualdade".

Também presente, o ministro da Economia local, Martín Guzmán, afirmou que será estabelecida uma alíquota sobre tais componentes inesperados de receita em empresas que tenham lucros líquidos tributáveis superiores a 1 bilhão de pesos no ano. A quantia é equivalente a pouco mais de R$ 40 milhões.

Critérios

"Se essa renda inesperada for canalizada para o investimento produtivo, o valor da contribuição será menor, porque buscamos ter uma Argentina com mais capacidade de gerar trabalho", afirmou Guzmán.

Segundo ele, o objetivo central do governo é "garantir o crescimento do poder de compra dos trabalhadores em todo o espectro laboral e produtivo".

"As metas dos planos fiscal, monetário e de acumulação de reservas foram cumpridas. Ou seja, a política econômica executada está alinhada com o planejado", disse o ministro.

"O que estamos procurando é construir um mecanismo para garantir que o choque da guerra não tenha um impacto desigual e regressivo em nossa sociedade", apontou Guzmán.

Ainda de acordo com ele, as medidas promovem a real recuperação do poder aquisitivo no país.

*Com informações do Estadão Conteúdo.

Compartilhe

Reportagem especial

A gasolina baixou — mas, para os brasileiros, ainda vale a pena cruzar a fronteira e encher o tanque na Argentina

6 de setembro de 2022 - 6:06

A desvalorização cambial na Argentina, somada ao preço ainda alto da gasolina no Brasil, eleva o fluxo de motoristas na fronteira dos países

ATENTADO NA ARGENTINA

Lula, Ciro e Simone usam redes sociais para repudiar atentado a Cristina Kirchner; Bolsonaro ainda não se manifestou

2 de setembro de 2022 - 11:12

A tentativa de ataque a Cristina Kirchner ocorreu no fim da noite de ontem, quando a vice-presidente chegava a sua casa em Buenos Aires

EMERGENTES EM APUROS

Sempre teremos Buenos Aires – ou Istambul: enquanto Argentina promove troca ministerial, inflação na Turquia dispara; entenda a situação

4 de julho de 2022 - 11:10

‘Fritura’ política é apontada como motivo para troca de ministro na Argentina; na Turquia, inflação atinge o maior nível de 1998

Hermanos em crise

‘Fritado’ por Cristina Kirchner, ministro da Economia da Argentina renuncia; país toma medidas para conter a saída de dólares

3 de julho de 2022 - 13:17

Martín Guzmán pediu demissão em meio à crise política que contrapôs o presidente Alberto Fernández e o grupo liderado pela vice-presidente Cristina Kirchner

Soy loco por ti America

Mirando além das fronteiras, Espaçolaser abre duas lojas próprias na Colômbia

23 de julho de 2021 - 6:51

Investimento feito foi de US$ 150 mil por unidade, e amplia estratégia de internacionalização voltada para a América Latina, de olho também em Argentina e Chile

retomada

PIB da Argentina sobe 2,6% no 1º trimestre

23 de junho de 2021 - 19:20

Na comparação com igual período do ano passado, o avanço foi de 2,5%

em encontro virtual

Ford prevê recuperação gradual da Argentina e anuncia investimento de US$ 580 milhões

1 de dezembro de 2020 - 18:44

Durante encontro virtual com jornalistas, presidente da montadora na América do Sul afirmou que a estabilização da inflação será chave na saída do país vizinho da crise

Marfrig compra produtora de hambúrgueres na Argentina por US$ 4,6 milhões

6 de outubro de 2020 - 9:18

Compra visa fortalecer portfólio de produtos de maior valor agregado e expandir operações no país vizinho

alternativas para o país

FMI confirma contato do governo da Argentina com pedido de novo pacote de ajuda

27 de agosto de 2020 - 6:33

Segundo a entidade, ambos discutiram os desafios da Argentina, inclusive no contexto da pandemia

alívio para o vizinho

Argentina fecha acordo com credores para reestruturação da dívida

4 de agosto de 2020 - 11:38

Governo “ajustará algumas das datas de pagamento” dos novos bônus estabelecidas na oferta de troca anunciada em 6 de julho

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies