Menu
Ruy Hungria
Sextou com o Ruy
Ruy Hungria
É formado em Física e especialista em bolsa e opções na Empiricus
2021-01-14T16:25:34-03:00
SEXTOU COM RUY

Timing the market vs Time in the market: o prejuízo de tentar adivinhar o tempo dos mercados

Se 2020 provocou um sentimento de “quanto mais tempo com a família, melhor”, para os investidores ele trouxe uma lição parecida: “quanto mais tempo investido, melhor”

25 de dezembro de 2020
5:50 - atualizado às 16:25
Relógio e moedas representam investimento de longo prazo
Relógio e moedas representam investimento de longo prazo - Imagem: Number1411/Shutterstock

Se para mim existe uma data especial no ano todo, esse dia é justamente o Natal. Mas eu acho que um Natal nunca foi tão cheio de significados como desta vez.

No lado profissional, a volatilidade da Bolsa provocou noites mal dormidas e testou todas as minhas capacidades emocionais (afinal de contas, mesmo diante de toda a loucura, a minha missão continuou sendo trazer boas recomendações para os leitores do Seu Dinheiro e assinantes da Empiricus). 

E como se isso já não bastasse, o vírus ainda nos impediu de ficar próximos justamente de quem mais nos ajuda a ter forças nos momentos difíceis: nossa família.

Dizem que os momentos difíceis nos ensinam muita coisa. Acho que neste ano aprendemos da pior maneira a falta que faz estar perto da família.

Por esse motivo este Natal é tão especial para mim. É verdade que a mesa estará mais vazia desta vez, afinal de contas, ainda precisamos de todo o cuidado.

Mesmo assim, a reunião de 2020 é sem dúvidas aquela que eu mais vou aproveitar a oportunidade de estar perto de quem eu amo. Nunca estar perto da família foi tão importante para mim.

Bola de cristal

Se 2020 provocou um sentimento de "quanto mais tempo com a família, melhor", para os investidores ele trouxe uma lição parecida: "quanto mais tempo investido, melhor".

Apesar de todas as notícias ruins em março, abril e maio, quem ficou firme e manteve os seus investimentos o ano todo, acabou sendo recompensado pela recuperação dos mercados, e se deu muito melhor do que quem capitulou logo depois da eclosão da pandemia.

Ibovespa em 2020. Fonte: Google

Mas isso não deveria ser uma surpresa. Na verdade, existem alguns estudos gringos que afirmam que o "time in the market" ganha de lavada do "timing the market".

Em uma tradução ruim, isso significa que comprar ações e segurá-las para sempre é muito mais importante do que ficar tentando adivinhar os melhores momentos para comprar e vender esses ativos.

Infelizmente, a maioria das pessoas não pensa assim. Boa parte acha que consegue prever os movimentos do mercado. Acredita que têm o dom de tirar o dinheiro da bolsa antes das quedas, ou de aportar mais dinheiro um pouco antes de o mercado disparar.

Mas a verdade é que antecipar os movimentos do mercado é extremamente difícil – para não dizer impossível. 

Nem os maiores gestores do mundo, que ficam 24 horas por dia, sete dias por semana ligados no mercado, e ainda contam com as melhores e mais bem pagas equipes de research do planeta, sabem quando a bolsa vai cair, ou subir. O que eles sabem – e fazem isso muito bem – é aumentar ou diminuir um pouco a posição em ações conforme a bolsa cai ou sobe muito. 

Poucos dias fazem toda a diferença

Aliado ao fato de não conhecermos o que vai acontecer amanhã, um outro ponto que costuma passar despercebido pelos investidores e afeta bastante os resultados é que poucos dias de alta perdidos fazem toda a diferença nos retornos de longo prazo. 

Na maior parte do tempo, as bolsas ficam de lado, caem um pouquinho num dia, sobem menos ainda no outro, e você vai achar que manter o dinheiro investido em ações não faz muito sentido. Você vai querer tirá-lo dali e colocar em renda fixa, por exemplo, para ter um retorno "garantido". 

Só que, de uma hora para outra, surge uma notícia inesperada, a bolsa acorda e marca a maior alta do ano. 

Para não ficar de fora, você, que tinha acabado de tirar o dinheiro de ações, coloca ele de volta na bolsa no dia seguinte. Mas deixa eu te contar uma coisa: o melhor dia do ano já foi, e você perdeu. Já era! 

E se você acha que perder um ou outro dia de forte alta não faz muita diferença, veja só o estudo que o JP Morgan fez. 

Para mostrar o impacto que esses dias perdidos têm na vida de um investidor, o banco fez a seguinte simulação:

  • O que teria acontecido com o dinheiro de quem tivesse investido no S&P 500 e deixado esse montante intacto de 2000 até 2019? A resposta seria um retorno de 224%. 

Elaboração: Seu Dinheiro. Fonte: JP Morgan

  • E se ele tivesse ficado de fora apenas dos 10 melhores dias nesses vinte anos? Seu retorno cairia para 62%. 

Sem os 30 melhores dias, o seu retorno já seria quase nulo e, a partir daí, passaria a ter perdas relevantes de capital. 

Isso quer dizer que poucos dias fazem toda a diferença nos retornos de longo prazo. Mas como você não consegue adivinhar quando eles vão acontecer, o jeito é continuar com o dinheiro investido e esperar.

A hora é agora 

Por isso, se você está esperando a melhor hora para começar a investir em ações, saiba que a hora é agora, como acabamos de ver no estudo do JP Morgan. 

Um pouco de BOVA11 e SMAL11 me parecem duas boas pedidas para dar o pontapé inicial.

Mas hoje é Natal e eu trouxe uma oportunidade especial para você, que quer se aprofundar mais no assunto investimentos: qualquer série essencial da Empiricus pela metade do preço. Deixo aqui o convite, caso tenha interesse. 

Lembre-se: quanto mais tempo você conseguir manter seu dinheiro investido em ações, melhor para o seu bolso. 

E já que a dica de hoje é tempo, lembre-se do tempo que fomos forçados a ficar distantes de nossas famílias e amigos em 2020, e aproveite ao máximo o tempo com eles quando as coisas voltarem ao normal.

Um Feliz Natal e um próspero Ano Novo para você e sua família!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Perseguição ao bitcoin?

Irã fecha ‘fazendas’ de mineração de bitcoin para conter apagões no país; entenda

Governo culpa centros de processamento de criptomoedas por blackouts devido à ‘sobrecarga energética’ da rede de mineração; ao mesmo tempo, Irã usa o bitcoin para amenizar sanções bancárias dos EUA

Lei Orçamentária Anual

Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo precisa controlar gastos

Manutenção do auxílio emergencial é dúvidas neste início de ano

Pé no freio

Incertezas políticas e fiscais mantêm estrangeiros cautelosos com o Brasil

Após meses de fuga do capital externo do País, os últimos meses de 2020 mostraram o começo do retorno dos investidores de portfólio, mas o ritmo ainda é insuficiente para reverter a forte saída de dólares do Brasil

Crescimento

Vale (VALE3) prevê investir US$ 2,7 bilhões na região norte até 2024

Companhia pretende ainda investir US$ 5,8 bilhões em 2021, dos quais US$ 1 bilhão serão apenas para expansão

ESTRADA DO FUTURO

Grafeno, urânio e lítio… cuidado com a obsessão de enriquecer com a próxima tecnologia do futuro

O boom de empresas de tecnologia alimenta uma esperança quase ingênua de enriquecer “horrores” descobrindo como esses materiais moldarão o nosso futuro. Vou ser totalmente transparente com você: não gosto da ideia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies