Menu
2020-02-11T07:21:44-03:00
de volta ao normal?

Governo chinês pede a indústrias principais que retomem produção

Atividades haviam sido suspensas em razão da decisão de Pequim de estender o feriado de ano-novo lunar numa tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus

11 de fevereiro de 2020
7:21
Pessoas de máscara na China.
Pessoas de máscara na China - Imagem: Shutterstock

O governo da China pediu nesta terça-feira que as principais indústrias ligadas à economia nacional e à subsistência da população voltem a produzir imediatamente, depois de suspenderem as atividades em razão da decisão de Pequim de estender o feriado de ano-novo lunar numa tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus.

Segundo o secretário-geral da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR), Cong Liang, a produção de máscaras no país, por exemplo, está em 76% da capacidade total.

"Ainda há um quarto de fabricantes de máscaras que não retomaram os trabalhos", comentou Ou Xiaoli, diretor de desenvolvimento da CNDR.

Ou acrescentou que o governo vai ajudar empresas de indústrias-chave a resolver problemas de produção e a operar no máximo da capacidade e 24 horas por dia.

A produção e processamento de grãos na China está atualmente em 94,6% da capacidade e a mineração de carvão, em 57,8%, detalhou o diretor.

Já He Qinghua, representante da Comissão Nacional de Saúde, disse que a situação geral da epidemia fora da província de Hubei, epicentro da doença, tem mostrado tendência de desaceleração.

As autoridades chinesas disseram ainda acreditar que as fábricas vão acelerar a retomada das operações à medida que a epidemia perder força. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Números atualizados

País tem 201 mortes por coronavírus e 5.717 casos

Casos confirmados chegam a 5.717, segundo boletim

Novo pronunciamento

Em novo pronunciamento, Bolsonaro diz que ‘todo indivíduo importa’, mas desemprego tem de ser evitado

Presidente voltou nesta terça-feira (31) à rede nacional para se pronunciar sobre a pandemia do novo coronavírus. Segundo o presidente, “todo indíviduo importa”, mas, ao mesmo tempo, a perda de empregos tem de ser evitada em meio à crise

Plano de negócios

Eletrobras prevê investimento de R$ 32,4 bilhões de 2020 a 2024

Segundo o documento, para 2020 está previsto um investimento de R$ 5,285 bilhões. Para o ano que vem, está prevista a cifra de R$ 6,7 bilhões

Sem tensão

Bolsonaro indica que Mandetta está mantido no cargo e não assina voucher nesta 3ª

O presidente Jair Bolsonaro amenizou o clima de tensão vivido nos últimos dias com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

Renúncia

Petrobras informa renúncia de membro do Conselho de Administração

Segundo a estatal, a eleição de todo o Conselho de Administração para um novo mandato será deliberada na Assembleia Geral Ordinária da companhia prevista para 27 de abril.

Seu Dinheiro na sua noite

O 7 a 1 da bolsa no trimestre

No dia 2 de janeiro, primeiro pregão da bolsa em 2020, o Ibovespa marcou uma alta de 2,53% e atingiu a maior pontuação de fechamento até então, aos 118.573 pontos. Era um começo promissor para um ano que tinha tudo para marcar o processo de retomada da economia (ainda que em ritmo de carro com […]

Quase tudo no vermelho

Não vai subir ninguém! (Quer dizer, só o dólar.) Veja o balanço dos investimentos no mês de março

Neste histórico mês de março, quase todos os ativos caíram. Só o dólar e a renda fixa mais conservadora se salvaram

Deadline estendido

MP amplia prazos para empresas durante pandemia

O governo federal atendeu ao apelo de empresas e adiou o prazo para a realização das assembleias gerais ordinárias (AGOs) anuais por MP

Queda vertiginosa

Ibovespa desaba 29,9% em março e tem o pior desempenho mensal desde 1998

O Ibovespa saiu do nível dos 100 mil pontos e encerrou o mês perto dos 70 mil, fortemente impactado pela crise do coronavírus e pela guerra de preços do petróleo. O dólar disparou e foi a R$ 5,19, renovando mais recordes nominais

Pacote único

Senado vota amanhã pacote único com medidas sociais durante pandemia

Senado decidiu elaborar um pacote único com medidas sociais para combater o novo coronavírus no País; decisão foi tomada em reunião de líderes partidários

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements