Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-22T18:27:57-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Ações

Weg, B2W, Qualicorp e Petrobras: os destaques da bolsa nesta quarta-feira

Weg dispara dois dígitos em dia morno na bolsa, graças a balanço positivo no segundo tri; investidores não reagim bem a prévia operacional da Petrobras

22 de julho de 2020
16:27 - atualizado às 18:27
Plataforma da Petrobras no Rio de Janeiro
Imagem: shutterstock

Em dia morno nas bolsas mundiais, sem grandes notícias que impulsionassem os índices a buscarem novas altas, as ações da Weg (WEGE3) se destacaram, com os maiores ganhos do Ibovespa depois da divulgação dos números fortes do seu balanço do segundo trimestre pela manhã.

Os papéis fecharam em alta de 13,89%, cotados a R$ 68,20. A companhia registrou lucro líquido de R$ 514,375 milhões no período de abril a junho, alta de 32,2% ante o mesmo período de 2019. A receita líquida cresceu 23,7% na comparação anual, para R$ 4,063 bilhões.

Ainda entre os destaques positivos de hoje, os papéis da varejista on-line B2W (BTOW3) registraram a terceira maior alta do Ibovespa, subindo 5,30%, para R$ 125,55.

Os investidores receberam de maneira positiva o anúncio, na noite de ontem, de aumento de capital da companhia em R$ 4 bilhões, via subscrição privada e garantia parcial da controladora, as Lojas Americanas.

Os recursos serão empregados na "aceleração do plano estratégico de crescimento" da empresa, incluindo "aquisições estratégicas". Haverá desconto de 1,29% sobre o valor apurado para os acionistas que desejarem fazer a subscrição para não serem diluídos.

Ainda entre as varejistas, a Via Varejo (VVAR3) apresentou desempenho forte hoje na bolsa, depois que a XP passou a recomendar a compra das ações da companhia no lugar dos papéis da rival Magazine Luiza (MGLU3). As ações da dona das Casas Bahia e do Ponto Frio subiram 3,25%, para R$ 21,29.

Qualicorp e Petrobras entre os destaques negativos

Na ponta negativa do Ibovespa, as ações da operadora de planos de saúde Qualicorp (QUAL3) apresentaram a maior queda do dia, perdendo 5,74%, cotadas a R$ 28,10.

Trata-se de uma continuidade do movimento negativo iniciado ontem, quando a companhia foi alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal em ação que fazia parte da Operação Lava Jato. O fundador e ex-CEO da empresa, José Seripieri Junior, foi preso na operação.

Ontem mesmo o Citi cortou a recomendação dos papéis da Qualicorp de compra para neutra, em razão da volatilidade que o ocorrido deve causar às ações.

Embora não tenha ficado entre as maiores perdas do Ibovespa, a queda das ações da Petrobras no pregão de hoje também vale menção. As ações preferenciais (PETR4) caíram 1,37% para R$ 23,05, enquanto as ordinárias recuaram 1,04% para R$ 23,74.

Além da queda do petróleo no exterior, os investidores reagiram mal à queda na produção da estatal no segundo trimestre, anunciada entre as prévias operacionais divulgadas pela companhia na noite de ontem.

Com a queda dos preços do petróleo no segundo trimestre, a Petrobras decidiu paralisar plataformas que não eram rentáveis àqueles patamares de preço. Em razão disso, a produção de óleo e gás natural da companhia caiu 3,5% em relação ao trimestre anterior.

Veja, a seguir, as maiores altas e maiores quedas do Ibovespa nesta quarta:

Maiores altas

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
WEGE3Weg ON68,20+13,89%
CMIG4Cemig PN12,40 +7,73%
BTOW3 B2W ON 125,55+5,30%
GOAU4Metalúrgica Gerdau PN7,97 +5,28%
GGBR4Gerdau PN16,74 +3,65%

Maiores quedas

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
QUAL3Qualicorp ON28,10-5,74%
BRML3BR Malls ON10,93-4,87%
IRBR3 IRB ON8,17-4,11%
IGTA3Iguatemi ON35,25 -4,11%
MULT3Multiplan ON22,17-3,73%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

em família

Sobrinho-neto do bilionário Warren Buffett supera Berkshire Hathaway no ano

Ações da Boston Omaha, holding de capital aberto co-liderada pelo sobrinho-neto do bilionário, Alex Buffett Rozek, estão batendo os papéis da Berkshire Hathaway

novo serviço

Grupo pão de Açúcar vai fazer entrega para lojistas de seu marketplace

No próximo ano, a companhia passará a oferecer a possibilidade de que os lojistas virtuais armazenem produtos nos centros de distribuição do GPA

inovação

Varejo online agora quer conquistar a fronteira da venda de produto fresco

A partir do mês que vem, começa a funcionar no País uma startup mexicana de tecnologia do setor de supermercados que vai explorar exatamente esse filão

Clube do livro

Ajuste fiscal pode ser dolorido no início, mas é necessário; entenda mais no novo livro de Fabio Giambiagi, “Tudo sobre o déficit público”

Nova obra do economista do BNDES evidencia que atingir um equilíbrio orçamentário no país é essencial para o desenvolvimento em termos econômicos e sociais

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies