Menu
2020-05-05T08:29:56-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Investidores calibram tensões locais com otimismo externo

Otimismo externo deve beneficiar o Ibovespa, que aguarda números de balanços corporativos e o desenrolar da cena política

5 de maio de 2020
8:14 - atualizado às 8:29
Mercado de ações Ibovespa
Imagem: Shutterstock

O Copom inicia hoje a sua reunião de política monetária, com a curva do juro DI já precificando um novo corte na Selic amanhã.

Os investidores hoje deixam de lado a tensão renovada entre Estados Unidos e China para focar nos projetos de reabertura econômica pelo globo. O otimismo externo pode dar um gás extra ao Ibovespa, que ainda tem as turbulências políticas domésticas para absorver, como a expectativa pela quebra de sigiloso do depoimento do ex-ministro Sergio Moro.

Também está na agenda os níveis de atividade de abril nos Estados Unidos e a produção industrial de março no Brasil, números que devem trazer o impacto do coronavírus na economia.

Foco na reabertura

Os investidores voltam novamente as suas atenções para as iniciativas de reabertura econômica ao redor do globo - principalmente em algumas regiões dos Estados Unidos e países europeus, os mais afetados pela pandemia.

O número de infectados pela covid-19 ultrapassou a marca de 3,5 milhões de pessoas, com 251 mil mortes.

Em razão de feriados, as bolsas na China, Japão e Coreia do Sul permaneceram fechadas. Na região, as bolsas de Hong Kong e Taiwan fecharam em alta firme.

Os índices futuros em Nova York sobem nesta manhã.

Na Europa, os investidores deixam de lado a tensão renovada entre Estados Unidos e China, com acusações partindo de Donald Trump sobre a 'culpa' chinesa na pandemia, para focar nos processos de reabertura. Assim, as bolsas do continente avançam no começo da manhã, com o índice pan-europeu Stoxx-600 subindo mais de 1,4%.

No ritmo de Brasília

O Ibovespa teve um dia de cautela nesta segunda-feira, com correções pós-feriado e preocupação com o cenário político brasileiro.

O principal índice da bolsa brasileira fechou o pregão com baixa de 2,02%, aos 78.876,22 pontos. Já o dólar subiu 1,51%, a R$ 5,5208.

Mas tanto a bolsa brasileira quanto o câmbio contou com um empurrãozinho de Brasília para aliviar a pressão, após a divulgação da intenção de Rodrigo Maia de votar a PEC do Orçamento de Guerra sem alterações, o que obrigaria a um maior rigor fiscal.

A Câmara aprovou em primeiro turno a PEC do Orçamento de Guerra. O segundo turno deve ser realizado nesta terça-feira (11h).

O texto aprovado ainda retira a exigência de contrapartida por parte das empresas beneficiadas nos projetos emergenciais do governo.

Quebra de sigilo

Após depor por mais de 8h no sábado, o ex-ministro Sergio Moro pediu para que a Polícia Federal publicasse na íntegra o depoimento. Segundo a defesa de moro, o pedido foi feito para que a imprensa não divulgue 'trechos isolados dissociados do contexto das declarações'. A decisão cabe ao ministro Celso de Mello.

A PGR já encaminhou ao STF o pedido para que três ministros militares do governo também deponham.

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro nomeou Rolando Souza como diretor-geral da Polícia Federal, que teve como primeiro ato a troca de comando da PF no Rio de Janeiro.

Atos do domingo

O ministério da Defesa divulgou uma nota garantindo o papel constitucional das Forças Armadas, após a participação do presidente Bolsonaro em manifestação no domingo, onde o presidente sinalizou apoio dos militares aos atos contra o STF e o Congresso.

Ainda em nota, os militares condenaram as agressões à jornalistas e endereçaram a gravidade da pandemia do coronavírus.

Recuperação

A expectativa por uma retomada da atividade em escala global também anima o mercado de petróleo. Desde o começo do ano a commodity tem sofrido com a redução da demanda.

Por volta das 7h30, o petróleo WTI subia 10%, a US$ 22,45. Já o Brent avançava cerca de 7,24%, a US$ 29,17.

Agenda

No Brasil, temos a produção industrial de março (9h).

Lá fora, índices de atividade de abril dos Estados Unidos, medidos pelo Instituto Markit (10h45). Ainda nos EUA, temos a balança comercial de março.

Balanços

O Itaú foi outro bancão que apresentou os efeitos do coronavírus em seu balanço já nos números do primeiro trimestre. O banco teve uma redução de 43,1% no seu lucro recorrente, indo a R$ 3,912 bilhão. A reserva para eventuais calotes foi de R$ 7 bilhões.

Como os números foram divulgados na noite de ontem, as ações do Itaú devem sofrer um ajuste negativo hoje.

Hoje, após o fechamento temos a divulgação de Alpargatas, Banco Pan, EDP, Iguatemi e Tim.

A temporada de balanços também segue no exterior, com BNP Paripas, Fiat e Walt Disney na programação do dia.

Fique de olho

  • IRB adiou o balanço do primeiro trimestre para o dia 18 de junho.
  • Petrobras iniciou fase vinculante de venda de participações nas usinas eólicas Mangue Seco 1 e Mangue Seco 2, em Guamaré (RN). A petroleira também estendeu prazo de habilitação para a venda de 51% da holding Gaspetro.
  • B2w e BR Distribuidora firmaram parceria para integração das lojas BR Mania na plataforma da B2W.
  • José Isaac Peres e Eduardo Kamitz Peres foram reeleitos respectivamente como Diretor Presidente e vice da Multiplan.
  • A Ômega Geração aprovou aumento de capital social para R$ 6 bilhões. O valor anterior era de R$ 3 bilhões.
  • Log-In aumentou capital para R$ 1,336 bilhões, após emissão de 1,290 milhões de ações ON.
    -Atvos teve 51% de ações alienadas por credores do Grupo Odebreht. A companhia avalia medidas legais cabíveis.
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

DE OLHO NO LONGO PRAZO

Ouro ou imóveis: qual o melhor investimento para defender seu patrimônio?

Na hora da crise, os dois investimentos são considerados capazes de salvar seu dinheiro do derretimento dos mercados no longo prazo.

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

dados da anp

403 estão contaminados pelo coronavírus em unidades de produção de petróleo

ANP reiterou o registro de uma morte de funcionário de uma embarcação de apoio à produção que desembarcou no dia 24 de abril

crise política

PF quer ouvir Bolsonaro no inquérito sobre interferências na corporação

Como presidente, Bolsonaro pode optar pelo depoimento por escrito

situação crítica

Acordo fixa prazo de 20 dias para análise de pedidos de auxílio de R$ 600

Em redes sociais, usuários chegam a relatar espera superior a 40 dias para receber uma resposta da solicitação

conflito entre poderes

Maia diz que Bolsonaro ‘desorganiza e gera insegurança’

Na última quinta-feira, 28, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), se reuniu com Bolsonaro para pedir a pacificação entre os Poderes. Maia decidiu não acompanhar o colega na visita

sem reabertura agora

Prefeitura de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho

De acordo com Covas, não haverá nenhum tipo de mudança na autorização de funcionamento dos setores que atualmente estão proibidos de abrir à população.

diante da crise

Abrindo a economia agora, vamos ter de fechar de novo, diz ex-presidente do BC

Affonso Celso Pastore disse que vê como prematura a reabertura antes do início do achatamento da curva de mortes pela Covid-19; estados anunciaram nos últimos dias a flexibilização

histórico

SpaceX, do bilionário Elon Musk, lança astronautas da Nasa pela primeira vez; veja vídeo

Neste sábado, às 16h22 (pelo horário de Brasília), foguete da empresa decolou, marcando mais um avanço do setor privado sobre a exploração espacial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements