Menu
2020-11-20T15:02:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Mercados hoje

Ibovespa pisa no freio do rali e dólar sobe forte de olho nos EUA e em Guedes

O comportamento dos mercados por aqui deve seguir diretamente ligado com o que acontece no mercado norte-americano

20 de novembro de 2020
10:12 - atualizado às 15:02
Rali
Imagem: Shutterstock

Com um clima mais pesado no exterior, o Ibovespa tem uma pausa no rali de novembro no pregão desta sexta-feira. Após abrir em leve alta, o principal índice da B3 passou a operar no vermelho. Por volta das 15h, recuava 0,76%, aos 105.860 pontos. Ainda assim, no acumulado de novembro a bolsa registra valorização de vigorosos 12,9%.

Leia também:

O comportamento dos mercados por aqui segue diretamente ligado ao (mau) humor externo. Em Nova York, os índices Dow Jones e S&P500 operam em queda, mas o Nasdaq consegue se sustentar em leve alta.

A indicação do secretário do Tesouro do país, Steven Mnuchin, de que deixará expirar diversos programas de emergência do Federal Reserve (banco central americano, o Fed), colocou pressão sobre os negócios.

Mnuchin disse que vários programas novos que têm sustentado o crédito corporativo e os empréstimos municipais terminam em 31 de dezembro. Após o secretário reiterar o fim dos estímulos, a bolsa acelerou as perdas.

O chefe do Tesouro americano ainda pediu ao Fed a devolução de mais de US$ 70 bilhões em fundos que já haviam sido transferidos ao banco central para cobrir perdas com empréstimos.

Quem não gostou nada disso foi o... Fed. Charles Evans, presidente da distrital de Chicago do BC norte-americano, afirmou à rede CNBC que está "decepcionado" com o Tesouro pela suspensão da linha de empréstimos de emergência.

Não bastassem as caneladas entre o Tesouro dos EUA e o Fed, medidas de restrição contra a disseminação da covid no país também são um fator de cautela. Nova York já decidiu por fechar as escolas públicas, enquanto o estado da Califórnia decidiu instituir um toque de recolher de 22h às 5h do horário local.

Mas a batalha contra o coronavírus também traz boas notícias. A farmacêutica Pfizer anunciou que planeja pedir aos órgãos reguladores de saúde dos Estados Unidos nesta sexta-feira a aprovação para uso emergencial da vacina contra a covid-19, desenvolvida em parceria com a BioNTech.

Por aqui, vale a pena acompanhar também o comportamento do dólar depois que o ministro da Economia, Paulo Guedes, falou em "vender um pouco de reservas" para reduzir o tamanho da dívida brasileira.

Até agora, a declaração teve o efeito oposto do esperado. A moeda norte-americana era cotada a R$ 5,377, em alta expressiva de 1,20% por volta das 15h. Os juros futuros também têm alta nas taxas na maioria dos vencimentos na B3.

Destaques da bolsa:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Exile on Wall Street

Investidor não tira férias: questões urgentes ainda para 2020

Sempre digo para as pessoas terem cuidado com o que elas desejam. Passamos anos reclamando do oligopólio bancário brasileiro. Até que caímos num monopólio. A XP reina sozinha fora dos bancos como plataforma de investimentos ao varejo

emissão de títulos em dólares

Governo volta a captar recursos lá fora, em meio ao bom humor dos mercados

Tesouro Nacional informou que títulos serão emitidos no mercado global e o resultado será divulgado no fim do dia; última captação do governo lá fora havia sido em junho

mercados hoje

Vale pesa no Ibovespa, que segue exterior e interrompe rali; dólar flutua sem direção

Juros futuros continuam a se descomprimir com redução do risco fiscal, com notícia de que governo não deverá criar Renda Cidadã nem estender auxílio emergencial até 2021

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

atualizando

Vale reduz projeção para produção de minério de ferro em 2020 e ações caem mais de 3%

Mineradora mantém montante previsto para investimentos neste ano e aumenta projeção para capex em 2021 em US$ 800 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies