Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-18T19:51:21-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Selic nas mínimas

Decisão do Copom foi ‘de bom tom’ e ancorou expectativas, diz Journey Capital

Para Victor Candido, economista-chefe da Journey Capital, as sinalizações do Copom no comunicado do corte de 0,5 ponto da Selic foram positivas e servem para ancorar as expectativas do mercado

18 de março de 2020
19:51
Victor Candido
Imagem: Divulgação

A decisão do Copom desta quarta-feira (18) estava envolta em mistério: em meio à crise do coronavírus, o mercado dava como certo um novo corte da Selic, mas ainda não tinha clareza quanto à postura do Banco Central neste momento tão delicado da economia global.

E, de fato, o Copom cumpriu as expectativas, reduzindo a taxa básica de juros em 0,5 ponto, para a nova mínima histórica de 3,75% ao ano. E, para Victor Candido, economista-chefe da Journey Capital, as sinalizações emitidas pelo BC são bem-vindas no atual cenário caótico dos mercados.

Em primeiro lugar, ele destaca as condições usadas pela autoridade monetária em seus cenários: em todos, a taxa de câmbio usada é de R$ 4,75, nível muito superior ao que vinha sendo considerado nas últimas reuniões — o que indica que o próprio BC vê uma condição de maior estresse no mercado de moedas.

Tal postura, segundo Candido, tem dois desdobramentos: em primeiro lugar, o BC sinaliza que a taxa de câmbio de equilíbrio está abaixo dos níveis atuais — o dólar à vista chegou hoje a R$ 5,19. Em segundo, as simulações mostram que, mesmo com o câmbio mais elevado, ainda não há uma pressão inflacionária significativa.

Considerando o dólar constante a R$ 4,75, o BC vê a taxa de inflação ficando em 3% em 2020 e 3,6% em 2021, tanto no cenário que leva em conta as projeções do boletim Focus para a Selic quanto na hipótese de juros inalterados em 4,25% ao ano no período em questão.

"O BC botou o câmbio estressado, mas mesmo o câmbio estressado não gera inflação, as simulações não indicam problema", diz Candido — os níveis mais elevados do dólar são constantemente citados como um risco inflacionário.

Além disso, o economista-chefe da Journey destaca a escolha cautelosa das palavras por parte do BC ao comentar sobre os próximos passos. Por um lado, o Copom diz ver como adequada a manutenção da Selic em seu novo patamar; por outro, afirma que continuará fazendo uso de todo o seu arsenal para enfrentar o momento de crise.

Ou seja: Cândido acredita que o BC não quer mais cortar juros, mas, caso necessário, não descarta novas reduções no futuro — uma postura que serve para ancorar expectativas e mostra claramente a visão da autoridade monetária.

"A incerteza é muito alta, o coronavírus impacta na oferta e na demanda. Nessas condições, é difícil achar o nível de equilíbrio para juros e inflação".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bolsa tem dia de alta mesmo com PIB negativo, os dividendos bilionários da Braskem e o futuro do Nubank; confira os principais destaques do dia

Depois de semanas de especulação e temores de que o Senado fosse ser uma grande pedra no sapato para a PEC dos precatórios, o texto foi finalmente aprovado em dois turnos na Casa e seguirá novamente para apreciação da Câmara dos Deputados, já que as mudanças feitas pelos senadores precisam ser avaliadas. Eram necessários 49 […]

Fechamento dos mercados

Ibovespa pega carona com aprovação da PEC dos precatórios e commodities para subir mais de 3%; juros futuros caem com PIB negativo

O Ibovespa aproveitou a melhora do quadro fiscal para buscar recuperação das quedas recentes, deixando em segundo plano o PIB negativo do terceiro trimestre

PAPAI NOEL NA B3

CPFL Energia (CPFE3) pagará R$ 1,5 bilhão em dividendos antes do Natal; parte da grana ainda pode ser sua

Parte do valor corresponde à última fatia dos R$ 1,7 bilhões em proventos anunciados em agosto e divididos em três parcelas

Reconhecida no exterior

Luiza Trajano é a única brasileira entre as 25 mulheres mais influentes de 2021

Luiza é apontada como uma das empresárias e líderes sociais mais notáveis do país, além de inspiração para empreendedores de todos os lugares

VÍDEO

O metaverso numa casca de noz: os analistas do Seleção Empiricus mostram como investir nas tendências do futuro

Confuso com o metaverso? Pois saiba que é possível ganhar dinheiro com ele hoje — e os analistas do Seleção Empiricus mostram como

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies