Menu
2019-10-18T18:18:20-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

5 investimentos que geram renda e te pagam um ‘salário’

Esses investimentos depositam dinheiro na sua conta – e alguns são até isentos de imposto de renda!

18 de outubro de 2019
12:30 - atualizado às 18:18

Viver de renda… quem não quer, não é mesmo? Para isso, é necessário primeiro juntar um bom patrimônio, e os investimentos podem ajudar nessa empreitada. Mas depois de acumular uma boa quantia, você já pode começar a considerar a possibilidade de tirar uma renda periódica, de preferência sem consumir o principal. Dessa forma, você garante que o seu patrimônio dure bastante tempo e ainda possa ser passado para os seus herdeiros.

Qualquer investimento pode ser utilizado tanto para multiplicar o patrimônio quanto para gerar renda. Mas alguns investimentos têm uma vocação maior para fazer o bolo crescer, enquanto outros são naturalmente geradores de renda. Eles pagam uma espécie de salário periodicamente na conta do investidor, sem que ele precise planejar vendas ou resgates. Nesse vídeo eu vou apresentar para você cinco desses investimentos geradores de renda, que te pagam um salário de tempos em tempos.

Leia a seguir a transcrição do vídeo sobre os investimentos que geram renda

1. Títulos públicos que pagam cupons de juros semestrais

O Tesouro Direto dispõe de dois tipos de títulos que pagam juros todo semestre, o chamado cupom semestral: o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais, a antiga NTN-F, e o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, a antiga NTN-B.

O prefixado paga uma taxa de juros nominal já conhecida no ato da compra do título; já o Tesouro IPCA+ paga uma taxa prefixada mais a variação da inflação. Nesse vídeo aqui, eu te conto como fazer para investir no Tesouro Direto.

2. Fundos imobiliários

Os fundos que investem em imóveis ou títulos de renda fixa ligados ao mercado imobiliário costumam pagar rendimentos periódicos isentos de imposto de renda para a   pessoa física e corrigidos pela inflação.

Isso acontece principalmente com os fundos que investem em imóveis para aluguel. Os fundos imobiliários costumam ter cotas negociadas na bolsa como se fossem ações. Eu vou deixar aqui o vídeo onde eu ensino a investir em fundos imobiliários.

3. Ações que pagam bons dividendos

As companhias abertas na bolsa pagam dividendos para os seus acionistas. O dividendo nada mais é que uma parcela dos lucros da empresa.

Mas algumas companhias são ótimas pagadoras de dividendos, porque elas distribuem a maior parte dos seus lucros e costumam ter bons resultados. Normalmente essas empresas já estão em negócios bem estabelecidos, de retorno estável e previsível e que não requerem grandes investimentos. Os dividendos pagos pelas ações também são isentos de imposto de renda.

4. Planos de previdência privada

Os planos de previdência não são investimentos em si. Eles são planos de investimento com benefícios tributários.

Dentro de um plano há um ou mais fundos que se enquadram nas regras próprias da previdência privada. O objetivo principal desse tipo de investimento é rentabilizar a poupança de longo prazo do investidor justamente para gerar renda para ele no futuro - sobretudo na aposentadoria.

O investidor tem a opção de planejar resgates periódicos ou adquirir uma renda mensal. Os planos contam com incentivos tributários, como uma alíquota menor de imposto de renda, ausência de come-cotas e, em certos casos, possibilidade de deduzir as contribuições feitas ao plano na declaração de IR.

5. Imóveis para aluguel

Um dos investimentos preferidos dos brasileiros. A compra direta de imóveis para alugar também pode ser um investimento interessante, e muita gente constrói a própria aposentadoria desse jeito.

A renda é mensal e corrigida pela inflação, mas é tributada pela tabela progressiva do imposto de renda. O investidor também precisa ter uma boa dose de dedicação pra escolher e administrar os imóveis, lidar com a burocracia e os eventuais momentos de vacância.

Gostou do vídeo? Então não se esquece de se inscrever no canal do Seu Dinheiro no YouTube e clicar no sininho para receber as notificações. E pode deixar dúvidas e sugestões para outros vídeos no campo dos comentários.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies