Menu
2019-10-18T18:18:20-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

5 investimentos que geram renda e te pagam um ‘salário’

Esses investimentos depositam dinheiro na sua conta – e alguns são até isentos de imposto de renda!

18 de outubro de 2019
12:30 - atualizado às 18:18

Viver de renda… quem não quer, não é mesmo? Para isso, é necessário primeiro juntar um bom patrimônio, e os investimentos podem ajudar nessa empreitada. Mas depois de acumular uma boa quantia, você já pode começar a considerar a possibilidade de tirar uma renda periódica, de preferência sem consumir o principal. Dessa forma, você garante que o seu patrimônio dure bastante tempo e ainda possa ser passado para os seus herdeiros.

Qualquer investimento pode ser utilizado tanto para multiplicar o patrimônio quanto para gerar renda. Mas alguns investimentos têm uma vocação maior para fazer o bolo crescer, enquanto outros são naturalmente geradores de renda. Eles pagam uma espécie de salário periodicamente na conta do investidor, sem que ele precise planejar vendas ou resgates. Nesse vídeo eu vou apresentar para você cinco desses investimentos geradores de renda, que te pagam um salário de tempos em tempos.

Leia a seguir a transcrição do vídeo sobre os investimentos que geram renda

1. Títulos públicos que pagam cupons de juros semestrais

O Tesouro Direto dispõe de dois tipos de títulos que pagam juros todo semestre, o chamado cupom semestral: o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais, a antiga NTN-F, e o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, a antiga NTN-B.

O prefixado paga uma taxa de juros nominal já conhecida no ato da compra do título; já o Tesouro IPCA+ paga uma taxa prefixada mais a variação da inflação. Nesse vídeo aqui, eu te conto como fazer para investir no Tesouro Direto.

2. Fundos imobiliários

Os fundos que investem em imóveis ou títulos de renda fixa ligados ao mercado imobiliário costumam pagar rendimentos periódicos isentos de imposto de renda para a   pessoa física e corrigidos pela inflação.

Isso acontece principalmente com os fundos que investem em imóveis para aluguel. Os fundos imobiliários costumam ter cotas negociadas na bolsa como se fossem ações. Eu vou deixar aqui o vídeo onde eu ensino a investir em fundos imobiliários.

3. Ações que pagam bons dividendos

As companhias abertas na bolsa pagam dividendos para os seus acionistas. O dividendo nada mais é que uma parcela dos lucros da empresa.

Mas algumas companhias são ótimas pagadoras de dividendos, porque elas distribuem a maior parte dos seus lucros e costumam ter bons resultados. Normalmente essas empresas já estão em negócios bem estabelecidos, de retorno estável e previsível e que não requerem grandes investimentos. Os dividendos pagos pelas ações também são isentos de imposto de renda.

4. Planos de previdência privada

Os planos de previdência não são investimentos em si. Eles são planos de investimento com benefícios tributários.

Dentro de um plano há um ou mais fundos que se enquadram nas regras próprias da previdência privada. O objetivo principal desse tipo de investimento é rentabilizar a poupança de longo prazo do investidor justamente para gerar renda para ele no futuro - sobretudo na aposentadoria.

O investidor tem a opção de planejar resgates periódicos ou adquirir uma renda mensal. Os planos contam com incentivos tributários, como uma alíquota menor de imposto de renda, ausência de come-cotas e, em certos casos, possibilidade de deduzir as contribuições feitas ao plano na declaração de IR.

5. Imóveis para aluguel

Um dos investimentos preferidos dos brasileiros. A compra direta de imóveis para alugar também pode ser um investimento interessante, e muita gente constrói a própria aposentadoria desse jeito.

A renda é mensal e corrigida pela inflação, mas é tributada pela tabela progressiva do imposto de renda. O investidor também precisa ter uma boa dose de dedicação pra escolher e administrar os imóveis, lidar com a burocracia e os eventuais momentos de vacância.

Gostou do vídeo? Então não se esquece de se inscrever no canal do Seu Dinheiro no YouTube e clicar no sininho para receber as notificações. E pode deixar dúvidas e sugestões para outros vídeos no campo dos comentários.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Recuperação da estatal

Lucro da Petrobras salta 55,7% em 2019 e chega a R$ 40,1 bilhões, impulsionado pela venda de ativos

A Petrobras fechou 2019 com o maior lucro líquido anual de sua história, sustentada pelos fortes desinvestimentos e ganhos de eficiência na extração de petróleo — fatores que compensaram os menores preços da commodity no exterior

De olho no balanço

Marfrig reverte prejuízo e registra lucro líquido de R$ 27 milhões no 4º trimestre de 2019

No acumulado do ano, o lucro líquido caiu para R$ 218 milhões, ante R$ 1,4 bilhão no ano anterior

Confira os números

Petrobras, Ultrapar, Marfrig, RaiaDrogasil e GPA: os balanços que vão mexer com a bolsa nesta quinta-feira

O dia começa recheado de balanços anuais das companhias listadas no Ibovespa

Recurso da estatal

TRF-4 nega recurso da Petrobras e mantém Odebrecht fora de ação da Lava Jato

No recurso, a estatal buscava o prosseguimento dos réus na ação cível e a manutenção do bloqueio de bens dos executivos

Seu Dinheiro na sua noite

Guedes fora, alta do dólar

Você se lembra de quando o dólar a R$ 4,20 era o grande “patamar psicológico” da moeda americana? Não faz tanto tempo assim, mas esse nível de cotação ficou para trás, e agora parece até um pouco distante. Hoje, o dólar à vista bateu um novo recorde de fechamento. Eu sei que você já leu […]

Mais um recorde: dólar à vista sobe a R$ 4,36 e renova a máxima nominal de fechamento

O dólar à vista subiu mais um degrau nesta quarta-feira (19): pela primeira vez, terminou uma sessão acima dos R$ 4,36, cravando um novo recorde nominal. É a oitava vez em 2020 que a moeda renova as máximas de fechamento

Ainda na liderança

Vitor Hugo crê que permanece como líder do governo; Terra diz não receber convite

O deputado disse que não recebeu sinalizações do presidente Jair Bolsonaro de que poderá ser substituído pelo ex-ministro Osmar Terra

O impasse continua

Após TRT suspender demissões, Petrobras quer negociar desligamentos em fábrica

Encerramento da operação da Ansa é o principal motivo da greve dos petroleiros

Ponto polêmico

Relator mantém trabalho aos domingos na MP do contrato verde e amarelo

Deputado Áureo manteve a permissão para que todos os trabalhadores sejam convocados para trabalhar aos domingos e feriados

Novidade no IR

Programa do IR virá sem dedução da contribuição patronal sobre domésticos

Fim da dedução é a principal novidade para as declarações de IR em 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements