Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-02-01T22:23:37-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Congresso

Rodrigo Maia é reeleito presidente da Câmara dos Deputados com 334 votos

Deputado ocupará o cargo pela terceira vez consecutiva e fala em fazer reformas de forma pactuada. No Senado, sessão foi suspensa e será retomada amanhã

1 de fevereiro de 2019
22:05 - atualizado às 22:23
Rodrigo Maia – DEM RJ
Rodrigo Maia (DEM-RJ). - Imagem: J.Batista/Câmara dos Deputados

Em linha com o previsto pelos analistas políticos e pelo mercado, o senador Rodrigo Maia (DEM-RJ) vai comandar a Câmara dos Deputados. Maia foi eleito em primeiro turno com 344 votos, resultado considerado expressivo, para o biênio 2019/2020.

Outros seis deputados disputavam o comando da Casa que terá papel no encaminhamento da agenda de reformas do governo Jair Bolsonaro. Maia foi candidato oficial do bloco PSL, PP, PSD, MDB, PR, PRB, DEM, PSDB, PTB, PSC e PMN.

Rodrigo Maia assumiu a cadeira emocionado e agradeceu os votos dos deputados e aos competidores.

“Nós teremos muitos desafios. A Câmara precisa de modernização na relação com a sociedade, nos nossos instrumentos de trabalho, para que a gente possa ficar mais perto dos cidadãos. Precisamos modernizar as nossas leis, simplificá-las, e fazer as reformas de maneira pactuada”, disse.

Maia afirmou que, apesar de ter disputado o cargo por três vezes, sempre se emocionou na disputa. “Cresci nesta Casa, convivendo com todos os partidos”, declarou.

Concorreram com candidaturas avulsas, Fábio Ramalho (MDB-MG), que teve 66 votos; Marcelo Freixo (Psol-RJ), com 50 votos; JHC (PSB-AL), com 30 votos; Marcel Van Hattem (Novo-RS), com 23 votos; Ricardo Barros (PP-PR), com 4 votos; e General Peternelli (PSL-SP), com 2 votos.

Senado

Na Casa Revisora, a indefinição segue. Os senadores tentaram se entender sobre quem deve presidir a sessão, se o senador mais velho ou se Davi Alcolumbre (DEM-AP) e se a votação será aberta ou fechada. Por volta das 22h15, Alcolumbre suspendeu a sessão e convocou para amanhã, sábado 11 horas, a continuidade da reunião preparatória para a eleição.

Mais cedo, Alcolumbre realizou votação em plenário e 50 senadores votaram a favor do voto aberto e 2 foram contrários.

Há uma batalha regimental, pois o regimento interno do Senado prevê eleição secreta para a presidência. Mas também é possível que o Plenário tenha entendimento diferente. No entanto, se discute, também, se basta a maioria dos votos para “alterar” o regimentou o se tem de ocorrer votação unânime pela nova interpretação.

Senadores Renan Calheiros (DEM-AL) e Tasso Jereissati (PSDB-CE) discutem no Senado. - Imagem: Pedro França/Agência Senado

*Com Agências Câmara e Senado

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

parecer do relator da reforma

Dividendos recebidos por fundos de investimento; veja novas mudanças em 4 pontos

Relator da reforma do Imposto de Renda inseriu em seu parecer a previsão de que os lucros e dividendos recebidos por fundos de investimento serão tributados em 5,88%

seu dinheiro na sua noite

Com alta da Petrobras, Ibovespa fecha terça no azul; veja os destaques

Dia teve tanto o Ibovespa quanto o dólar em uma verdadeira montanha-russa, mas altas de Vale e Petrobras garantiram fechamento no azul

FECHAMENTO DO DIA

Vale puxa o Ibovespa e garante alta do dia, mas dólar avança com temores fiscais na véspera do Copom

Em Nova York, a volatilidade foi mais comedida. No Brasil, o conturbado cenário interno trouxe dor de cabeça e tensão para o Ibovespa e o câmbio

Chama o Max!

Como ter renda extra através de ações? Max Bohm explica os diferentes tipos de proventos!

Já pensou viver de renda? É o sonho de muitos brasileiros. Max Bohm, analista da Empiricus, explica quais são os diferentes tipos de proventos recebidos por um acionista. Confira agora!

Com preço no piso da faixa indicativa, Raízen movimenta R$ 6,9 bilhões no IPO; veja o que vem a seguir para esta ação

Ação da produtora de açúcar e álcool e dona dos postos Shell é precificada a R$ 7,40 e começará a ser negociada no próximo dia 5

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies