Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-12T10:25:52-03:00
Estadão Conteúdo
acelerou

Superavit comercial da China cresce para US$ 50,98 bi em junho

As importações da China caíram 7,3% na comparação anual de junho contabilizada em dólares, muito mais que a projeção de redução em 3,8%

12 de julho de 2019
10:25
China
Crescimento da China - Imagem: Shutterstock

O superávit comercial da China se expandiu acentuadamente de US$ 41,65 bilhões em maio para US$ 50,98 bilhões, informou nesta sexta-feira a Administração Geral Alfandegária do país, muito além da previsão de virtual estabilidade em US$ 42 bilhões feita por analistas consultados pelo Wall Street Journal.

As importações da China caíram 7,3% na comparação anual de junho contabilizada em dólares, muito mais que a projeção de redução em 3,8%, mas desacelerando em relação à baixa anual de 8,5% em maio.

Já as exportações chinesas cederam 1,3% anualmente no mês passado, após terem crescido 1,1% em maio. A expectativa para junho era de recuo de 2,0%.

Contabilizadas em yuans, as exportações chinesas cresceram 6,1% anualmente em junho, desacelerando da alta de 7,7% em maio, enquanto as importações desceram 0,4% no mês passado em relação a junho de 2018, menos que a queda de 2,5% em maio.

Olhando apenas para a balança com os Estados Unidos, o superávit comercial da China passou de US$ 26,90 bilhões em maio para US$ 29,92 bilhões em junho, uma alta de 11,2%.

Já no período dos seis primeiros meses do ano, o saldo na balança entre as duas maiores economias ficou positiva para os chineses em 140,5 bilhões.

A aceleração em junho em relação ao mês anterior foi registrada mesmo com o aumento pelos EUA de 10% para 25% da alíquota das tarifas sobre US$ 200 bilhões em bens importados chineses e, como retaliação, da entrada em vigor por imposição de Pequim de cobranças adicionais de 25% sobre US$ 60 bilhões em importações americanas.

Na comparação anual de junho, contudo, os dados da China mostram uma contração de 8,1% das exportações para os EUA e de 29,9% das importações de bens americanos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Colhendo altas

Boa Safra (SOJA3) encontra solo fértil na B3 e Itaú BBA recomenda compra da ação, que já subiu 40% desde IPO

As perspectivas para empresa, que já é líder do mercado nacional de sementes, e os múltiplos da ação agradaram os analistas do banco de investimentos

para entrar no mercado de trabalho

Ford abre programa de estágio para 2022; veja como fazer inscrição

Segundo a empresa, as vagas destinam-se às áreas de negócios, produto e tecnologia e experiência do consumidor; inscrições vão até 6 de outubro

Pepitas da Bolsa

Após subir 410% em 5 anos, ação da Eneva (ENEV3) é a favorita para se valorizar com a crise hídrica; entenda

Em tempos de crise, captar as ações que podem ganhar com o cenário é algo necessário para o investidor – e a Eneva, na visão do analista Ruy Hungria, é uma dessas ações

destaques da bolsa

Ações da Petrobras (PETR3 e PETR4) reduzem ritmo após reajuste no diesel e novas ameaças de interferência da estatal

Essa não é a primeira vez que o general Silva e Luna, presidente da Petrobras ,é questionado sobre a política de preços da estatal desde sua nomeação

Exile on Wall Street

A nova ordem climática e suas oportunidades aos investidores; entenda

Enquanto o juro longo continua subindo globalmente e os investidores (ou investidoras) correm para ativos de menor risco, empresários, investidores e políticos do mundo inteiro se preparam para a COP26. COP26 é o acrônimo para a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que será sediada em Glasgow, na Escócia, e tratará sobre os […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies