Menu
2019-06-11T09:08:55-03:00
Estadão Conteúdo
por enquanto é não

EUA e China não fecharão acordo comercial definitivo na cúpula do G20, diz Ross

Secretário do Comércio dos Estados Unidos falou em entrevista à emissora americana CNBC,; negociações comerciais entre EUA e China foram interrompidas semanas atrás

11 de junho de 2019
9:08
China - Estados Unidos
Imagem: shutterstock

O Secretário do Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, disse hoje que não será possível americanos e chineses fecharem um acordo comercial definitivo durante a reunião de cúpula de líderes do G20 prevista para o fim deste mês, em Osaka, no Japão.

A expectativa é que os presidentes dos EUA, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, se encontrem às margens da cúpula para discutir um acordo comercial bilateral, mas Pequim ainda não confirmou a presença do líder chinês.

Segundo Ross, que falou em entrevista à emissora americana CNBC, apenas um acerto de "alto nível" poderá ser alcançado em Osaka, do tipo que abra o caminho para avanços mais adiante.

As negociações comerciais entre EUA e China foram interrompidas semanas atrás.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies