Menu
2019-12-20T16:47:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: Natal com bull market

20 de dezembro de 2019
16:47
podcast
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Na edição desta sexta-feira pré-Natal, a equipe do Seu Dinheiro conversa sobre a recente onda de otimismo que tomou conta dos mercados brasileiros e levou o Ibovespa a níveis inéditos.

Nossos repórteres também comentam sobre a postura cautelosa do BC, as pressões inflacionárias e as perspectivas para 2020.

Confira os destaques da semana:

  • Bull market de Natal: Ibovespa não para de renovar as máximas
  • BC mantém postura cautelosa em relação aos juros em 2020
  • Perspectivas para a bolsa em 2020: IPOs e ações do mercado doméstico

Gostou? Então dá o play e ouça de graça. Não tem Spotify? Acesse o link alternativo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

IR 2020

Caiu na malha fina? Veja como regularizar a situação

Saiba como regularizar a sua situação junto a Receita Federal caso a sua declaração apresente informações inconsistentes e caia na malha fina do imposto de renda

Flexibilização

Prefeitura de São Paulo assina protocolo para reabrir bares e salões de beleza

A cidade está na terceira etapa do plano de flexibilização da quarentena do governo estadual, chamada de fase amarela. Com os termos firmados, os estabelecimentos poderão voltar a funcionar na segunda-feira

Recuperação

Fundos imobiliários de tijolo subiram 6% em junho; FII de shoppings ainda caem 21% no ano

Fundos imobiliários de papel, por sua vez, valorizaram, em média, só 3% no mês passado, segundo indicadores calculados pelo Banco Inter

BNDES prorroga linha de crédito para pequena e média empresa, com mais R$ 5 bilhões

Linha para capital de giro será prorrogada até 31 de dezembro, com orçamento ampliado

Crise

Risco para investir volta a nível de 2016

Estrangeiro olha com desconfiança para o Brasil, por conta da crise do coronavírus e também pela taxa de juros nas mínimas históricas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements