Menu
2019-03-28T10:51:21-03:00
Estadão Conteúdo
Forte desaceleração

PIB dos EUA cresce à taxa anualizada de 2,2% no 4º trimestre, como previsto

Há um mês, a estimativa feita pelo Departamento do Comércio do país era de 2,6%. Gastos de consumidores, de governos locais e de empresas foram revisados para baixo

28 de março de 2019
10:51
Estados Unidos
Imagem: Shutterstock

O Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos cresceu à taxa anualizada de 2,2% no quarto trimestre de 2018, segundo estimativa final publicada hoje pelo Departamento do Comércio do país. O resultado veio em linha com a projeção de analistas consultados pelo Wall Street Journal e confirma forte desaceleração da economia americana em relação ao terceiro trimestre, quando a expansão anualizada foi de 3,4%.

Há um mês, o órgão havia estimado avanço maior do PIB do quarto trimestre, de 2,6%.

Os gastos de consumidores, de governos locais e de empresas foram revisados para baixo, enquanto o comércio exterior teve um impacto negativo ligeiramente maior no crescimento do que na primeira estimativa.

Os lucros de empresas após impostos, desconsiderando-se estoques e ajustes de consumo de capital, sofreram queda 1,7% no quarto trimestre ante o terceiro, marcando a primeira queda desde os últimos três meses de 2017. Já na comparação anual, os lucros subiram 11,1% entre outubro e dezembro, registrando o maior ganho nesta comparação desde o primeiro trimestre de 2017. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Mudanças

BB confirma Ieda Cagni para presidência do Conselho de Administração

Nesta quarta-feira, foi realizada a primeira reunião do novo Conselho do Banco do Brasil. Na ocasião, os membros eleitos na assembleia definiram os ocupantes dos cargos de presidente e vice-presidente do colegiado.

Seu Dinheiro na sua noite

A receita do dr. Copom: +0,75 ponto de Selic na veia

O Copom cumpriu as expectativas e aumentou a Selic ao nível de 3,5%. No entanto, o comunicado trouxe algumas surpresas

Ficou para 31 de maio

Bolsonaro veta novo adiamento de prazo para entrega do Imposto de Renda

O presidente aceitou a recomendação feita pelo Ministério da Economia, que previa um impacto negativo na arrecadação da União e estados com uma nova data

Mudança nos juros

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou na decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 3,5% ao ano

CRYPTO NEWS

O mercado está cheio de bitcoin, mas as prateleiras estão vazias

O fluxo de saída da criptomoeda mais famosa das exchanges é algo inédito deste ciclo e pode representar a falta do ativo nas exchanges de cripto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies