Menu
2019-05-15T06:43:24-03:00
Estadão Conteúdo

Desaceleração econômica parece influir na demanda por petróleo do Brasil, diz AIE

Em seu levantamento mensal, a Agência Internacional de Energia (AIE) diz que corte na projeção global para a demanda ocorreu em parte por causa do País, mas também de outras nações, como a China e o Japão

15 de maio de 2019
6:43
Plataforma de petróleo
Bacia - Imagem: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

A Agência Internacional de Energia (AIE) afirma em relatório que a desaceleração econômica parece influenciar na demanda por petróleo no Brasil. Em seu levantamento mensal, a AIE diz que seu corte na projeção global para a demanda ocorreu em parte por causa do País, mas também de outras nações, como a China e o Japão.

No caso brasileiro, uma desaceleração recente da economia parece ser a responsável pela perda de fôlego na demanda, diz a AIE. No mês de março, a demanda por petróleo brasileira ficou cerca de 80 ml barris por dia abaixo do esperado pela agência sediada em Paris.

Por outro lado, a AIE diz que o Brasil registrou ganhos na oferta, junto com Estados Unidos, Líbia e Nigéria. A entidade espera que a produção nacional ganhe mais força mais adiante, embora menos do que tinha sido projetado anteriormente, em parte pelo atraso no início da operação em algumas novas unidades.

A AIE projeta que a produção do Brasil cresça 265 mil barris por dia em média neste ano, 60 mil bpd menos que no relatório do mês anterior.

A AIE diz que a produção de petróleo do Brasil aumentou 75 mil barris por dia em março, para 2,65 mil bpd, apoiada por novas unidades. Por outro lado, o País enfrenta o declínio da produção em campos mais velhos, de acordo com a entidade.

A AIE projeta que a produção de petróleo do Brasil aumente a 2,96 milhões de bpd em 2019, de 2,70 milhões no ano anterior.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mais uma na bolsa

Investindo no banco de investimentos: BR Partners sobe forte na estreia na bolsa

A BR Partners, banco de investimentos independente, concluiu seu IPO e estreou na bolsa nesta segunda — e a recepção do mercado foi boa

Tela azul

O “selo Buffett” no Nubank, a falha da Coca-Cola com CR7 e uma fraude no setor de tecnologia; confira os destaques da edição #37 do Tela Azul

Richard Camargo, André Franco e Vinícius Bazan comentam os principais assuntos no mundo das techs em papo descontraído e reforçam o convite para o evento que vai revelar as ações de tecnologia mais promissoras do momento

Bola rebola

Show das poderosas: Nubank estreia dueto com Anitta e cala os críticos com primeiro lucro

Fintech que já vale US$ 30 bilhões tem primeiro resultado positivo na história e anuncia contratação da cantora para compor o conselho de administração

Temperatura subindo

Febraban: carteira de crédito continua em expansão e deve registrar melhor índice desde 2013

As concessões de empréstimos devem apresentar crescimento de 4,7% em maio, acumulando aumento de 6,9% nos últimos 12 meses

Fim de papo

Bolsonaro se irrita com questão de frete e termina conversa na saída do Alvorada

Antes, ao ser cobrado quais as propostas para atender a categoria, Bolsonaro repetiu que o “maior problema de vocês (caminhoneiros)” é o preço dos combustíveis e os tributos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies