🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
ACABOU O GÁS

Entenda o que está em jogo agora que a operadora do gás russo Gazprom interrompeu o fluxo para a Europa; apostas na recessão aumentam

Com a proximidade do inverno, as sanções impostas à Rússia começam a ter efeitos na Europa — que começa a correr contra o tempo

Renan Sousa
Renan Sousa
31 de agosto de 2022
11:47
A disputa pelo gás na Europa continua mantendo russos e europeus em polos opostos de negociação; leia mais aqui no Seu Dinheiro.
A disputa pelo gás na Europa continua mantendo russos e europeus em polos opostos de negociação; leia mais aqui no Seu Dinheiro. Imagem: Freepik

O xadrez internacional com a guerra da Ucrânia começa a derrubar peças-chave dos dois lados do tabuleiro. Mais cedo nesta quarta-feira (31), a Rússia interrompeu o fornecimento de gás por meio do gasoduto Nord Stream 1 para a Europa, intensificando as tensões na região.

A operadora Gazprom afirma que a interrupção do gasoduto será feita para manutenção do Nord Stream 1. Isso significa que nenhum gás fluirá para a Alemanha entre 31 de agosto e 3 de setembro, de acordo com a gigante estatal.

A francesa Engine também recebeu um aviso de que a Gazprom iria cortar mais uma vez o fornecimento de gás devido a divergências no contrato com a empresa. Assim, a companhia passa a receber apenas 1,5 terawatt-hora (TWh) por mês dos russos.

A partir daí, o cenário não é nada animador para os investidores pela frente. Entenda porque o corte de gás aumenta as apostas de recessão na Europa:

Gás, inflação e juros

Mais cedo, a inflação da Zona do Euro voltou a bater o recorde. A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) atingiu a máxima histórica de 9,1% em agosto, superando o recorde anterior de 8,9% observado em julho.

A disparada da inflação por lá reforça a tese de que o Banco Central Europeu (BCE) aumente e mantenha os juros elevados para conter a alta de preços. Somado a um cenário de energia mais cara, os analistas entendem que a recessão na região é quase certa.

Uma saída para a Europa

Quem traz uma alternativa possível — mas nada barata — para a região é Paul Krugman, ganhador do prêmio Nobel de economia em 2008. Em uma de suas colunas desta semana no The New York Times, Krugman afirma que a Europa está sendo chantageada pela Rússia.

Por isso, uma alternativa seria importar gás de outros países produtores. A diferença é que estocar gás liquefeito para transporte — além do uso de cargueiros, caminhões, etc — é muito mais custoso do que um gasoduto direto para os países.

Enquanto isso: os preços do gás disparam

Desde o início do ano, os preços do gás natural dispararam cerca de 85% em relação a agosto do mês passado. Desde então, a Europa vive à base de gás caro — O que também explica a inflação elevada.

Preços do gás na Europa. Fonte: Investing.

Tic-tac do relógio: uma bomba prestes a explodir

Os problemas dos europeus devem aumentar ainda mais nos próximos meses. O outono na Europa começa em pouco menos de um mês e a chegada do inverno deve aumentar ainda mais a demanda por gás, já que os aquecedores por lá precisam dessa commodity.

Assim, o poder de barganha europeu deve diminuir com a Rússia, que vem apresentando queixas às sanções impostas pelo Ocidente após a invasão da Ucrânia. Seja como for, a Europa se encontra em xeque e em uma situação que deve demorar a se resolver.

Compartilhe

ENCHENTES NO RS

BTG: PIB do país deve cair no segundo trimestre com as enchentes do RS, mas recuperação será rápida

14 de junho de 2024 - 20:00

Segundo estudo do banco, a arrecadação de ISS e ICMS e a recuperação do emprego nas áreas atingidas apontam para uma retomada acelerada da econômica

FIIs HOJE

Os dividendos do XPLG11 vão aumentar após aquisição de R$ 300 milhões? Veja o impacto da compra nos proventos do fundo imobiliário

14 de junho de 2024 - 11:10

Com a transação, o XP Log terá direito a 100% do resultado operacional líquido do novo ativo, o que pode aumentar as receitas (e os proventos)

LOTERIAS

Quando a Mega-Sena falha, a Lotofácil não decepciona; veja os ganhadores

14 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto o prêmio acumulado da Mega-Sena atingiu a marca de R$ 47 milhões, a Lotofácil teve dois ganhadores na noite de quinta-feira

Pressão do mercado

Haddad diz que “vai dar uma geral” no Orçamento 2025 e acelerar agenda de cortes de gastos

13 de junho de 2024 - 16:40

Segundo o ministro da Fazenda, será feita uma “revisão ampla, geral e irrestrita” das propostas para reduzir despesas

Questão fiscal brasileira

‘Modelo de arrecadação esgotou e governo tem que olhar para os custos’, afirma sócio da O2 capital

13 de junho de 2024 - 9:16

Oestes Costa comenta a necessidade de uma mudança na agenda econômica para “destravar o país” e recomenda investimentos para uma carteira diversificada; confira

LOTERIAS

Lotofácil sai para bolão em SP e Caixa recebe apostas exclusivas para a Quina de São João; Mega-Sena acumulada corre hoje

13 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto a Lotofácil faz jus à fama de loteria “menos difícil” do Brasil, prêmio da Mega-Sena está acumulado em R$ 40 milhões

PRÊMIO BANCO CENTRAL DO ANO

Recado para Lula e Haddad? A declaração de Campos Neto sobre a autonomia do BC e as decisões de juros para conter inflação

12 de junho de 2024 - 19:54

Presidente da autoridade monetária recebeu o prêmio “Banco Central do Ano”, conferido pelo portal de notícias Central Banking, em Londres e aproveitou para falar sobre sua gestão

AJUDA AO GOVERNO

Dividendos pingando na conta do Tesouro: BNDES eleva pagamento de proventos para 50% — e cifra deve chegar a R$ 16 bilhões

12 de junho de 2024 - 19:30

Aumento do percentual de pagamento de dividendos de 25% para 50% não deve reduzir os desembolsos do banco, segundo Aloizio Mercadante

De olho nos petrodólares

Ministro da Agricultura elege sauditas como “parceiros preferenciais”

12 de junho de 2024 - 18:42

Fávaro disse que tem fechado acordos para infraestrutura e formação de fundos com a Arábia Saudita

PRESTAÇÃO DE CONTAS

O que o TCU viu de certo — e também de errado — nas contas do governo Lula em 2023?

12 de junho de 2024 - 18:21

A auditoria da prestação de contas de Lula no ano passado verificou cerca de R$ 109 bilhões em irregularidades e distorções de valor no balanço da União

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar