A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-07-02T11:44:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Algum alívio

Preço da gasolina recua com corte de impostos federais, mas continua acima dos R$ 7 na média nacional

Combustíveis já começam a sentir o efeito das medidas implementadas pelo governo federal, a começar pelo corte do PIS/Cofins, mas queda nos preços ainda é modesta

2 de julho de 2022
11:44
Alta dos combustíveis
Redução do ICMS sobre preços dos combustíveis ainda não entrou em vigor. - Imagem: Shutterstock

Uma das medidas implementadas pelo governo federal para baixar os preços dos combustíveis já começou a surtir efeito nas bombas. O preço da gasolina caiu 3,5% na semana de 26 de junho a 2 de julho com a entrada em vigor da Lei que zera o PIS-Cofins do combustível no dia 24 de junho, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados ontem.

Segundo o levantamento de preços da ANP, o preço médio do litro da gasolina no país recuou para R$ 7,127, de R$ 7,390 da semana anterior. O valor mais alto continua sendo registrado na cidade de São Paulo, a R$ 8,890 o litro, e o mais baixo caiu de R$ 5,990 para R$ 5,580 o litro, de uma semana para outra.

Já o diesel teve ligeira redução de 0,2% na semana, com o preço médio de R$ 7,554, o tipo comum, sendo o mais caro comercializado a R$ 8,990, no Nordeste, e o mais barato a R$ 6,190, no Sudeste.

O S10, menos poluente e do qual devem ser exigidos pela ANP estoques obrigatórios de setembro a novembro deste ano, devido ao risco de desabastecimento, ainda dependendo de consulta e audiência públicas da agência, teve queda menor, de 0,1%, sendo negociado a R$ 7,669 em média. O preço mais alto caiu para R$ 9 o litro, de R$ 9,150 na semana passada, e o mais barato foi encontrado a R$ 6,290.

Etanol ainda é mais competitivo que gasolina em quatro estados

Os preços do etanol hidratado também recuaram em 21 estados e no Distrito Federal. O preço médio nacional recuou 3,08% na última semana em relação à anterior, de R$ 4,873 para R$ 4,723 o litro.

Mesmo com as quedas de preços, porém, o álcool combustível permaneceu mais competitivo que a gasolina em quatro estados: Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo. Em geral, o etanol de cana ou milho é mais vantajoso que a gasolina sempre que seu preço corresponde a menos de 70% do preço derivado do petróleo.

Em São Paulo, principal estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do etanol caiu 2,98%, de R$ 4,527 para R$ 4,392 o litro. Mato Grosso foi a unidade da Federação com maior recuo porcentual de preços na semana, de 6,25%, de R$ 4,493 para R$ 4,212 o litro. Este também foi o menor preço médio estadual registrado na semana.

Outras medidas ainda devem entrar em vigor

No último mês, o governo federal tomou uma série de medidas para aliviar os preços dos combustíveis e a inflação, a começar pelo corte dos tributos federais PIS/Cofins.

A Lei impondo um teto de 17% ao ICMS sobre combustíveis e energia elétrica ainda não entrou em vigor, mas diversos estados já anunciaram redução no tributo estadual.

A redução de impostos, porém, tem efeito limitado sobre os preços dos combustíveis, uma vez que já existe uma defasagem entre os preços praticados pela Petrobras e as cotações internacionais do petróleo.

A commodity é pressionada pela invasão da Rússia a Ucrânia, que levou o país governado por Vladimir Putin, grande produtor e exportador de petróleo, a sofrer uma série de sanções internacionais.

Tramita também no Congresso uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para elevar o valor do Auxílio Brasil e distribuir recursos diretamente a caminhoneiros e taxistas, na tentativa de minimizar o impacto da alta dos preços dos combustíveis no bolso da população. A PEC já passou pelo Senado e segue agora para a Câmara dos Deputados.

Assim como o corte de tributos, porém, a PEC pode ter um efeito explosivo sobre as contas públicas, elevando o risco fiscal, o que também pressiona a inflação.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

CRYPTOSTORM

‘Nenhuma criptomoeda vai conseguir bater de frente depois dessa atualização’: analistas comentam como The Merge mudará o ethereum (ETH)

15 de agosto de 2022 - 15:35

Para Valter Rebelo, analista de cripto da Empiricus, a resposta é clara: “não vejo nenhum protocolo que consiga bater de frente com o ethereum”

BOMBOU NAS REDES

Banco do Brasil ‘vence’ Bradesco em rentabilidade e ações disparam 53% no ano — estatal ainda pagará R$ 2 bilhões em dividendos e analista alerta: BBAS3 supera Nubank (NUBR33)

15 de agosto de 2022 - 13:49

Após resultados fortíssimos no segundo trimestre, as ações do Banco Brasil estão em disparada. Descubra se vale a pena comprar os papéis

ESTÁGIO E TRAINEE

Santander e Braskem abrem vagas para estágio; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 8 mil

15 de agosto de 2022 - 13:31

Os processos seletivos aceitam candidaturas até setembro, com início previsto em janeiro de 2023; as inscrições para trainee no Itaú continuam abertas

BOMBOU NAS REDES

Adeus, Nubank: após causar a ira de clientes e com “saída” de Anitta, roxinho deve dar prejuízo de novo — analista revela ação de “bancão” barata que vence a fintech

15 de agosto de 2022 - 12:45

Depois de a NuConta virar quase uma poupança e Anitta ‘abandonar’ o conselho, o Nubank deve reportar mais um trimestre de prejuízo; veja o que esperar e qual é o bancão que pode colocar o roxinho para comer poeira

BAIXOU DE NOVO

Petrobras (PETR4) corta preço da gasolina em 5% — saiba para quanto vai e quando a redução chega nas bombas

15 de agosto de 2022 - 12:43

Segundo a estatal, a redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da companhia, que busca o equilíbrio dos seus valores com o mercado global

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies