Menu
2019-05-03T19:50:34-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Débito ou crédito?

Mercado Pago lança nova maquininha de cartão na disputa por pequenas e médias empresas

Correndo por fora na disputa do mercado de meios de pagamento, empresa do site de comércio eletrônico Mercado Livre vende máquina e oferece conta digital com rendimento

3 de maio de 2019
19:50
Point Pro, maquininha de cartões do Mercado Pago
Point Pro, maquininha de cartões do Mercado Pago - Imagem: Sergio Zacchi/Divulgação

Comendo pelas beiradas na feroz batalha do mercado de maquininhas de cartão, o Mercado Pago, empresa de meios de pagamento do site de comércio eletrônico Mercado Livre, anunciou o lançamento de um novo modelo de terminal: a Point Pro.

Voltada para pequenas e médias empresas, a nova maquininha do Mercado Pago custa R$ 358,80, e o valor pode ser parcelado em até 12 vezes. Não há taxas de adesão ou de aluguel.

Junto com a maquininha, a empresa do Mercado Livre oferece uma conta digital que oferece o rendimento do saldo a uma taxa de 5,2% ao ano, o equivalente a 85% do CDI. A conta pode ser movimentada por um cartão com bandeira Mastercard.

Assim como as outras empresas de maquininhas, o Mercado Pago também oferece o pagamento imediato das vendas realizadas no cartão aos lojistas. Nas operações realizadas no débito, a taxa é de 1,99% e, no crédito à vista, de 4,74%. O comerciante também tem a opção de receber os valores nas vendas realizadas no crédito em 14 ou 30 dias, com taxas menores.

A despeito da concorrência ferrenha no segmento, o Mercado Pago manteve o crescimento e atingiu um volume de transações de US$ 5,6 bilhões no primeiro trimestre deste ano, de acordo com dados do balanço do Mercado Livre, que possui ações listadas em Nova York. Trata-se de um avanço de 35,1% em dólares e de 82,5% em uma base cambial neutra na comparação com o mesmo período de 2018.

Se você quiser saber mais sobre a estratégia do Mercado Livre para a sua empresa de pagamentos, leia esta entrevista que eu fiz com Túlio Oliveira, diretor responsável pelo Mercado Pago.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para começar o dia bem informado

Dei um pulinho em Curitiba no fim de semana para passar o Dia dos Pais com o seu Gazzoni. No almoço, comentamos sobre o aeroporto vazio e a quantidade de lojas fechadas. Então, a minha tia perguntou: “Marina, por que a bolsa está subindo se estamos em crise?”. O descompasso entre PIB e bolsa sempre […]

controvérsia

Rússia anuncia vacina contra covid-19, mas decisão é questionada por especialistas

País espera poder iniciar a aplicação em massa, mesmo que estejam ocorrendo ainda testes clínicos para comprovar a segurança da vacina

tarifas e justiça

Trump ameaça retaliar Brasil por causa do etanol

Atualmente, há isenção para importação de até 750 milhões de litros de etanol dos EUA por ano, mas a partir daí a tarifa é de 20%

em reunião do corte

Em ata, Copom indica cautela na análise de novos cortes de juros

Documento mostra que o BC monitora risco da elevada ociosidade da economia produzir inflação abaixo da esperada, ao mesmo tempo que se preocupa com trajetória fiscal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements