Menu
2019-07-14T19:57:26-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
recorde

Localiza registra lucro líquido de R$ 216,3 milhões no 1º trimestre de 2019

Valor, que não leva em conta os efeitos do IFRS 16, é 22,9% maior que o mesmo período do ano anterior

26 de abril de 2019
8:16 - atualizado às 19:57
Localiza
Loja da Localiza - Imagem: Divulgação

A Localiza apresentou resultados nesta quinta-feira que devem agradar acionistas. A empresa registrou, no primeiro trimestre de 2019, um lucro líquido recorde de R$216,3 milhões — valor 22,9% maior que o mesmo período do ano passado.

Considerando o efeito IFRS 16, o lucro líquido da empresa atinge R$ 210,8 milhões no trimestre. Analistas ouvidos pela agência Bloomberg projetavam um lucro líquido de R$ 214 milhões, tendo como base valores anteriores.

No trimestre, o Ebitda consolidado (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização), excluindo-se os impactos do IFRS 16, totalizou R$ 498,5 milhões. O valor é 25,4% maior que o mesmo período do ano anterior. Considerando-se os efeitos do IFRS 16, o Ebitda totalizou R$ 538,2 milhões, informa e empresa.

Em relação a receita líquida, o valor ficou em R$ 2.447,7 milhões, o que representa 34,3% a mais que o primeiro trimestre de 2018.

Bom momento

A empresa atribui os bons resultados ao crescimento da receita e das margens nas divisões de Aluguel de Carros e Gestão de Frotas — o aumento do Ebitda foi de R$101,1. O informe de resultados também fala, entre outras coisas, na redução de R$0,7 milhão em imposto de renda e contribuição social, devido à alíquota efetiva, que passou de 27% para 22,9%.

Fundada em 1973, a Localiza teve, em fevereiro passado, a finalização da mais uma emissão de ações. A empresa capitalizou R$ 1,8 bilhão.

IFRS 16

A Localiza lembra, no informe de resultados, que desde 1º de Janeiro de 2019, estão vigentes as regras contábeis do IFRS 16, "sendo que o maior impacto que tivemos se refere aos contratos de locação de imóveis das nossas agências e lojas."

"Foram contabilizados no Ativo e no Passivo, os valores presentes dos fluxos de contratos existentes. Ao invés de despesa de aluguel (antes do Ebitda), agora temos a contabilização da depreciação do ativo que foi criado e a despesa financeira dos “juros” sobre esse novo passivo", diz a empresa.

A Localiza diz que no início dos contratos de alugueis, o impacto das despesas financeiras é maior que ao final, de forma que o impacto do IFRS 16 é negativo no lucro quando os contratos são mais novos (e agora no início da adoção) e isso se reverte ao final dos contratos. Ao longo de toda a vida do contrato, o impacto nos resultados é neutro, informa a empresa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Dinheiro no bolso

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 333 milhões em JCP do 4T20

Dessa forma serão pagos no dia 30 de dezembro e terão como base a posição acionária do dia 11 de dezembro de 2020

seu dinheiro na sua noite

Maradona e o rali da bolsa

O baixinho Maradona passa por dois marcadores, toca para o companheiro e depois corre para disputar a bola na área. Ele dá um salto e, de alguma forma, consegue subir mais que o goleiro inglês Peter Shilton para empurrar (literalmente) a bola para as redes. O lance do antológico gol de mão do craque argentino […]

fechamento dos mercados

Ibovespa desacelera com queda de Petrobras, mas fecha acima de 110 mil com Itaú e Vale e sobe 4% na semana

Bolsas americanas fecham para cima, renovando máximas históricas, em sessão mais curta; por aqui, ações de Petrobras reduziram alta perto do fim da sessão, eventualmente virando e fechando em queda, tirando índice acionário local da proximidade do pico intradiário

Urgente

Guilherme Boulos é diagnosticado com Covid-19

As agendas de campanha foram todas suspensas, e a coordenação da campanha vai propor à TV Globo que o último debate, previsto para hoje, seja feito de forma virtual.

Novidade no mercado

CMN: corretora de título e valor mobiliários pode prestar serviço de pagamento

Com isso, as SCTVM e SDTVM deverão optar entre a manutenção das atuais contas de registro ou a utilização de contas de pagamento.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies