Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-24T10:44:20-03:00
Estadão Conteúdo
China-na-na

‘Estou em um país capitalista’, diz Bolsonaro na China

Na chegada à capital chinesa, o presidente destacou que há interesse por parte do Brasil e da China em ampliar o comércio entre os países e que está disposto a fazer o que for possível para que isso ocorra.

24 de outubro de 2019
10:25 - atualizado às 10:44
Presidente da República, Jair Bolsonaro
Imagem: Clauber Cleber Caetano/PR

No mês em que a República Popular da China completa 70 anos da revolução comunista, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, em Pequim, que está em um país "capitalista".

Na chegada à capital chinesa, o presidente destacou que há interesse por parte do Brasil e da China em ampliar o comércio entre os países e que está disposto a fazer o que for possível para que isso ocorra. "Essa é a prioridade número um", afirmou a jornalistas no primeiro dia da visita oficial.

Ele disse que o encontro com o presidente chinês, Xi Jinping, do Partido Comunista, é "normal". "Devo estar com ele amanhã (sexta-feira, 25)", relatou. "O que for possível fazer para o desenvolvimento do País nós faremos", acrescentou.

Indagado sobre a pressão de parte do seu eleitorado para que explique o motivo da sua presença em um país comunista, ele respondeu: "Estou em um país capitalista".

Sobre outras críticas feitas à China no passado na área comercial, Bolsonaro falou que "não veio (a Pequim) para falar de questão política sobre a China". "Me recuso a falar", reagiu ao questionamento.

No ano passado, o presidente adotou uma retórica inflamada anti-China durante a campanha eleitoral e chegou a dizer que os chineses estavam "comprando o Brasil".

Nesta quinta-feira, 24, Bolsonaro voltou a adotar tom de neutralidade sobre a guerra comercial entre China e Estados Unidos. "Não é uma briga nossa. Nós queremos nos inserir sem qualquer viés ideológico nas economias do mundo."

O presidente da República foi recepcionado no aeroporto da capital pelo ministro do Comércio chinês, Zhong Chan. Após se instalar no hotel, ele deve fazer um passeio pela Muralha da China. Não há compromissos oficiais no período da tarde.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies