Menu
2019-04-04T13:46:24-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Fazendo a América

No Facebook, Bolsonaro fala sobre relações com os EUA e com a China

O presidente falou em aproximar o Brasil de todo o mundo, que os EUA podem ser um grande parceiro, mas que a China é “o nosso grande parceiro comercial”

14 de março de 2019
19:26 - atualizado às 13:46
Bolsonaro Ernesto Araújo e Mandetta LIVE
Chanceler Ernesto Araújo, Jair Bolsonaro, e ministro da Saúde, Henrique Mandetta, em live no "Facebook". - Imagem: Print Facebook

Em live no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro falou de sua viagem aos Estados Unidos, onde encontrará o presidente Donald Trump, no início da próxima semana. Em tom conciliador, falou em aproximar o Brasil do mundo todo e também disse não só que irá à China no segundo semestre, mas que o país segue como nosso maior parceiro comercial.

"Como sempre disse na pré-campanha e na campanha, queremos nos aproximar do mundo todo. Os Estados Unidos podem ser com toda certeza um grande parceiro. O nosso grande parceiro econômico é China, em segundo lugar os Estados Unidos"

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também participou da live e classificou a visita aos EUA como a “retomada de uma parceria natural” que foi negligenciada nos últimos tempos pelo simples fato de os EUA serem os EUA.

Segundo Araújo, os EUA podem voltar a ser um parceiro essencial, “mas sem exclusão de outras grandes parcerias”.

A China chegou a ser duramente criticada por Bolsonaro no período de campanha. Mas, depois de eleito, Bolsonaro mudou esse discurso.

O chanceler destacou que será fechado um novo acordo de salvaguardas tecnológicas com os americanos visando, entre outras coisas, a utilização da base militar de Alcântara (MA) para o lançamento de satélites.

Segundo Bolsonaro, desde o governo Lula o país tenta esse acordo que nunca saiu "mais por questão ideológica do que técnica". Para o presidente, estamos perdendo dinheiro há muito tempo e a ideia é transformar a região para que “traga lucro para todos nós”.

Sem entrar em detalhes, Araújo também falou que serão tratados temas envolvendo energia, segurança, defesa, biodiversidade e agricultura.

Também em pauta “a defesa da democracia na nossa região”, especialmente na Venezuela.

Depois da viagem aos EUA, o presidente vai ao Chile e também a Israel.

Outros temas

Bolsonaro abriu a live prestando novas condolências aos familiares das crianças mortas ontem em um colégio em Suzano (SP). Segundo o presidente, o Brasil está de luto com essa barbaridade.

O presidente também comentou a edição de medida que eliminou 21 mil cargos comissionados, funções e gratificações, gerando economia prevista de R$ 200 milhões. Segundo Bolsonaro, "dá para fazer economia sim" é possível avançar mais "nessa questão".

Ele também falou que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, estará em São Paulo, nesta sexta-feira, acompanhando o leilão de concessão de 12 aeroportos. Segundo Bolsonaro, a ideia é tirar "esse peso" do Estado e onde "o Estado está, dificilmente as coisas dão certo".

O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, também participou e falou sobre a antecipação da campanha de vacinação contra gripe no Amazonas.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fundos imobiliários

Fundos de CRI brilharam em 2020, e o melhor deles rendeu 59%; conheça sua estratégia

Em um ano difícil para os fundos imobiliários, os chamados fundos de recebíveis conseguiram resistir, e em alguns casos deram retornos formidáveis; conheça o Hectare Crédito Estruturado (HCTR11), o FII mais rentável de 202

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies