⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2019-10-26T13:57:32-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novo jogo

A nova postura de Bolsonaro sobre as relações políticas e econômicas do Brasil com a China

Declarações do presidente sobre as relações entre os países vieram após encontro com o presidente chinês, Xi Jinping

26 de outubro de 2019
13:51 - atualizado às 13:57
Presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhado do Senhor Xi Jinping, Presidente da República Popular da China, posam para fotografia
Imagem: Isac Nóbrega/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, após encontro com o presidente chinês, Xi Jinping, ontem que Brasil e China estão "próximos de 100% afinados" na questão econômica, e que questões políticas - inclusive as disputas entre China e Estados Unidos, outro país que Bolsonaro vê como importante aliado - serão discutidas "caso a caso".

"Nunca seremos 100% afinados (com a China), mas na questão econômica, acredito que estamos bem próximos disso", afirmou o presidente brasileiro.

O megaleilão de petróleo marcado para 6 de novembro é uma das questões econômicas onde parece haver alinhamento. Bolsonaro convidou estatais chinesas para participarem da oferta de áreas de exploração no pré-sal. "As informações que eu tive são de que a China tem interesse em participar. E é bom para todos nós."

O presidente brasileiro afirmou que na reunião também se falou do etanol. Segundo Bolsonaro, o governo chinês se interessa pelo biocombustível por buscar cumprir metas de menor poluição e emissão de CO2. "Acredito que brevemente, estaremos exportando etanol para a China", disse.

Carne inigualável

Bolsonaro aproveitou para fazer elogios à carne brasileira - outro produto para o qual ele e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, tentam abrir mercados. "Ele (Xi) falou que gosta de churrasco e falou muito bem da carne brasileira. Eu espero que isso ecoe em todos os continentes e países do mundo - que a carne brasileira é inigualável", afirmou.

Na quinta-feira, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, já havia dito que novos frigoríficos brasileiros devem ser habilitados para exportar para o gigante asiático. Depois da reunião entre Bolsonaro e Xi, ela participou da assinatura dos protocolos sanitários. Com a visita da comitiva brasileira, a China decidiu liberar a exportação de farelo de algodão e carne bovina termoprocessada.

Visita ao Brasil

Há expectativa de que outros pontos que vinham sendo negociados possam ser anunciados durante a visita de Xi ao Brasil para a reunião do Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, no próximo mês. "As outras coisas estão sendo discutidas e tenho expectativas de que talvez em novembro quando o presidente Xi for ao Brasil, ou entre agora e a ida dele, a gente possa ter outras coisas", disse a ministra ao Estadão/Broadcast, plataforma de notícias em tempo real do Grupo Estado. "A gente exporta muito para cá, mas muito concentrado em carne e soja, acho que a gente tem outras coisas para trabalhar. A gente exporta café, mas podemos ousar mais, eles estão muito interessados em cafés especiais."

Tereza Cristina disse também que sai da China "muito otimista" e que será criado um núcleo voltado exclusivamente para o país no Ministério da Agricultura. No núcleo, haverá pelo menos um técnico que fale mandarim e que domine a legislação chinesa "para facilitar e dar eficiência para as tratativas com o país".

'Mar de oportunidades'

Bolsonaro afirmou que o Brasil "tem feito o dever de casa" para equilibrar as contas públicas e reconquistar a confiança do mundo. Ele disse que o País é "um mar de oportunidades". "Queremos compartilhar isso com a China."

O presidente enalteceu as relações comerciais entre os dois países e destacou a decisão de isentar os chineses de visto para a entrada no Brasil como um gesto de aproximação. "Eu estava ansioso por essa visita porque temos na China o primeiro parceiro comercial e nos interessa ampliar novos horizontes. O Brasil precisa da China e a China também (precisa do Brasil)."

O presidente chinês recebeu Bolsonaro com honras de Estado no Palácio do Povo, em Pequim. No início da reunião, ele afirmou que as relações estratégicas entre Brasil e China possuem "longo alcance". "É inalterada a tendência de ascensão coletiva dos mercados emergentes como China e Brasil", disse. "A colaboração China-Brasil terá futuro brilhante."

Depois da reunião, Bolsonaro e Xi participaram de uma cerimônia para assinatura de atos, seguida por uma troca de presentes. O brasileiro deu um agasalho do Flamengo para o chinês. Palmeirense, Bolsonaro disse que o clube rubro-negro é o "melhor time brasileiro do momento".

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

MERCADO EM 5 MINUTOS

Mercado em 5 Minutos: Os investidores não podem ser ansiosos (mas invariavelmente são)

5 de outubro de 2022 - 9:31

No Brasil, o contexto eleitoral é central e vem fazendo preço desde antes do primeiro turno, repercutindo bem sobre o mercado pela composição legislativa a partir de 2023

ELEIÇÕES 2022

Apoio do governador de SP a Bolsonaro abre nova crise no PSDB

5 de outubro de 2022 - 9:24

Quatro secretários do governo de São Paulo podem pedir demissão após Rodrigo Garcia (PSDB) declarar apoio a Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa futuro abre em queda e acompanha aversão ao risco do exterior; dólar sobe

5 de outubro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam sem direção definida nesta quarta-feira (5). Com a agenda esvaziada, os investidores aguardam a decisão da Opep+, com a expectativa de corte na produção de petróleo, e devolvem os ganhos do início da semana. No cenário doméstico, sem grandes destaques, o Ibovespa deve acompanhar o desempenho do exterior. […]

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Confira as agendas de campanha de Lula e Bolsonaro nesta quarta-feira

5 de outubro de 2022 - 8:36

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Day trade na B3: Oportunidade de lucro acima de 4% com ações da Embraer (EMBR3); confira a recomendação

5 de outubro de 2022 - 8:22

Identifiquei uma oportunidade de swing trade baseada na análise quant – compra dos papéis da Embraer (EMBR3). Saiba os detalhes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies