Menu
2019-07-03T09:44:14-03:00
Estadão Conteúdo
Mercado imobiliário

Preço médio dos imóveis residenciais cai 0,03% em junho, aponta Fipe

Levantamento mostra que o preço dos imóveis no País tem demorado a se recuperar e continua abaixo da inflação medida pelo IPCA, que acumula alta de 2,19% nos primeiros seis meses do ano e aumento de 3,32% nos últimos 12 meses

3 de julho de 2019
9:44
Prédios em São Paulo
Prédios em São Paulo - Imagem: Shutterstock

Após recuar 0,06% em maio, o preço médio dos imóveis residenciais no País sofreu uma nova queda, de 0,03% em junho. No acumulado dos primeiros seis meses do ano, porém, houve crescimento de 0,29%. E nos últimos 12 meses, a alta atingiu 0,25%. Os dados são da pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que é feita a partir de anúncios de moradias em 50 cidades no site Zap.

O levantamento mostra que o preço dos imóveis no País tem demorado a se recuperar e continua abaixo da inflação medida pelo IPCA, que acumula alta de 2,19% nos primeiros seis meses do ano e aumento de 3,32% nos últimos 12 meses.

No caso das 16 capitais que fazem parte da pesquisa, o comportamento dos preços foi bem distinto no mês de junho. Em nove capitais foram registradas altas, como são os casos de Recife (0,04%), João Pessoa (0,08%), Florianópolis (0,12%), Porto Alegre (0,21%), São Paulo (0,23%), Campo Grande (0,38%), Manaus (0,39%), Vitória (0,46%) e Maceió (1,27%).

Já nas outras sete capitais, houve recuo nos preços: Fortaleza (-0,09%), Brasília (-0,16%), Goiânia (-0,22%), Rio de Janeiro (-0,26%), Curitiba (-0,28%), Belo Horizonte (-0,29%) e Salvador (-0,41%).

Com os resultados do mês, o valor médio do metro quadrado anunciado dos imóveis residenciais foi a R$ 7.182. O Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o preço mais alto do País (R$ 9.431), seguida por São Paulo (R$ 8.935) e Brasília (R$ 7.295).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

após atrasos

Petrobras vai concluir venda de oito refinarias em 2021, diz CEO

De acordo com o diretor de Comercialização e Logística, estatal poderá aumentar as exportações de petróleo bruto, mas a tendência é de que os novos donos das unidades adquiram a commodity no mercado interno

volta ao normal?

Aneel aprova retomada do sistema de bandeiras tarifárias a partir desta terça

Mecanismo havia sido suspenso em maio devido à pandemia do novo coronavírus, e a agência havia acionado a bandeira verde, sem cobrança de taxa extra, até o fim deste ano

seu dinheiro na sua noite

O doce novembro da bolsa

O que você considera uma boa rentabilidade mensal para os seus investimentos? Um retorno equivalente a oito vezes o que a renda fixa paga em um ano inteiro está de bom tamanho? Pois foi esse o ganho de quem investiu em novembro na bolsa — imaginando aqui a compra do BOVV11, um dos fundos que […]

Balanço do mês

Após disparada, bolsa é um dos melhores investimentos de novembro; dólar foi o pior

Bitcoin lidera o ranking, seguido do Ibovespa, que subiu mais de 15%; piores desempenhos ficaram por conta do dólar e do ouro

fechamento dos mercados

Ibovespa registra melhor novembro em 21 anos puxado por altas de Petrobras, Vale e bancos

Apesar de forte baixa hoje, principal índice acionário da B3 teve mês de alta vigorosa, com influência de vacina, Biden e fluxo de gringos. Ações de Azul, Gol e CVC lideram altas. Ingresso de fluxo estrangeiro na B3 sustenta queda do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies