Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-01T13:51:57-03:00
Estadão Conteúdo
novas do setor

Mercado imobiliário tem alta nas vendas e recuo nos lançamentos em julho

Levantamento mostrou que as vendas líquidas somaram 6.521 unidades no mês de julho, aumento de 15,9% em relação ao mesmo mês do ano passado

1 de outubro de 2019
13:51
Prédios em São Paulo
Imagem: Shutterstock

O mercado imobiliário teve aumento das vendas no mês de julho, mesmo com um recuo nos lançamentos no período, de acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) feita em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O levantamento mostrou que as vendas líquidas somaram 6.521 unidades no mês de julho, aumento de 15,9% em relação ao mesmo mês do ano passado.

  • Importante: Fausto Botelho, um dos maiores especialistas de análise gráfica do Brasil, está reunindo um grupo para ganhar ao lado dele. Você pode conseguir um lugar. Veja como aqui.

No acumulado dos últimos 12 meses até julho, as vendas líquidas totalizaram 93.245 unidades, elevação de 11,0% em comparação com os 12 meses anteriores.

No mês de julho, as vendas de imóveis de médio e alto padrão foram de 1.667 unidades, aumento de 41,5%, enquanto no Minha Casa Minha Vida (MCMV) foram de 4.892 unidades, alta de 8,0%.

A pesquisa mostrou também que os lançamentos atingiram 3.301 unidades em julho, o equivalente a uma queda de 20,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. Já no acumulado dos últimos 12 meses até julho, os lançamentos totalizaram 103.678 unidades, uma alta de 14,6% em comparação com os 12 meses anteriores.

No mês de julho, os lançamentos de imóveis de médio e alto padrão foram de 735 unidades, recuo de 52,3%, enquanto no MCMV foram de 2.566 unidades, avanço de 7,4%.

O MCMV segue como principal motor do mercado imobiliário nacional, sendo responsável por 76,7% dos lançamentos e 70,1% das vendas no acumulado dos últimos 12 meses. Por sua vez, os empreendimentos de médio e alto padrão detêm participação de 23,3% dos lançamentos e 29,9% das vendas no mesmo período.

Os distratos no setor somaram 1.775 unidades em julho, recuo de 38,5%. O volume de distratos foi equivalente a 21,4% das vendas totais no mês. O estoque totalizou 124.329 unidades em julho, alta de 4,8%. Considerando o ritmo atual de vendas, seriam precisos 15,6 meses para liquidar esse estoque.

O levantamento da Abrainc engloba dados de 20 empresas associadas, com atuação em diversos Estados, mas concentrados na Região Sudeste. Os dados consolidados se referem a empreendimentos novos dos segmentos residenciais (Minha Casa Minha Vida e médio e alto padrão), comerciais e loteamentos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Planeje-se!

Fuja do Paulo Guedes! Como pagar menos imposto para o governo e ainda aumentar a sua renda para a aposentadoria

Não fique à mercê das reformas do Ministério da Economia. Utilizada da maneira correta, previdência privada pode te ajudar a pagar menos imposto de renda e a não depender totalmente da Previdência Social

PROVENTO EM DÓLAR

Aura Minerals (AURA33) anuncia dividendos e programa de recompra de BDRs — veja o que muda para os acionistas

O pagamento chegará bem a tempo para o Natal dos investidores nacionais, mas para ter direito é preciso possuir os ativos em 9 de dezembro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa perto de perder os 100 mil pontos, Petrobras na mira de Paulo Guedes e outros destaques do dia

A dinâmica dos mercados globais nos últimos dias lembra muito os primeiros momentos de incerteza que marcaram o início da pandemia do coronavírus, no início de 2020. A covid-19 não é mais uma doença desconhecida e as vacinas já estão disponíveis no mercado, mas a desigualdade na distribuição de imunizantes e a recusa de muitos […]

FECHAMENTO DO DIA

Racha no Senado e chegada de ômicron aos Estados Unidos levam o Ibovespa a renovar as mínimas do ano (mais uma vez); dólar sobe

Embora o dia tenha começado positivo para o Ibovespa e as demais bolsas globais, a variante ômicron e a dificuldade de aprovar a PEC dos precatórios azedaram os negócios

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies