Menu
2019-10-01T13:51:57-03:00
novas do setor

Mercado imobiliário tem alta nas vendas e recuo nos lançamentos em julho

Levantamento mostrou que as vendas líquidas somaram 6.521 unidades no mês de julho, aumento de 15,9% em relação ao mesmo mês do ano passado

1 de outubro de 2019
13:51
Prédios em São Paulo
Imagem: Shutterstock

O mercado imobiliário teve aumento das vendas no mês de julho, mesmo com um recuo nos lançamentos no período, de acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) feita em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O levantamento mostrou que as vendas líquidas somaram 6.521 unidades no mês de julho, aumento de 15,9% em relação ao mesmo mês do ano passado.

  • Importante: Fausto Botelho, um dos maiores especialistas de análise gráfica do Brasil, está reunindo um grupo para ganhar ao lado dele. Você pode conseguir um lugar. Veja como aqui.

No acumulado dos últimos 12 meses até julho, as vendas líquidas totalizaram 93.245 unidades, elevação de 11,0% em comparação com os 12 meses anteriores.

No mês de julho, as vendas de imóveis de médio e alto padrão foram de 1.667 unidades, aumento de 41,5%, enquanto no Minha Casa Minha Vida (MCMV) foram de 4.892 unidades, alta de 8,0%.

A pesquisa mostrou também que os lançamentos atingiram 3.301 unidades em julho, o equivalente a uma queda de 20,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. Já no acumulado dos últimos 12 meses até julho, os lançamentos totalizaram 103.678 unidades, uma alta de 14,6% em comparação com os 12 meses anteriores.

No mês de julho, os lançamentos de imóveis de médio e alto padrão foram de 735 unidades, recuo de 52,3%, enquanto no MCMV foram de 2.566 unidades, avanço de 7,4%.

O MCMV segue como principal motor do mercado imobiliário nacional, sendo responsável por 76,7% dos lançamentos e 70,1% das vendas no acumulado dos últimos 12 meses. Por sua vez, os empreendimentos de médio e alto padrão detêm participação de 23,3% dos lançamentos e 29,9% das vendas no mesmo período.

Os distratos no setor somaram 1.775 unidades em julho, recuo de 38,5%. O volume de distratos foi equivalente a 21,4% das vendas totais no mês. O estoque totalizou 124.329 unidades em julho, alta de 4,8%. Considerando o ritmo atual de vendas, seriam precisos 15,6 meses para liquidar esse estoque.

O levantamento da Abrainc engloba dados de 20 empresas associadas, com atuação em diversos Estados, mas concentrados na Região Sudeste. Os dados consolidados se referem a empreendimentos novos dos segmentos residenciais (Minha Casa Minha Vida e médio e alto padrão), comerciais e loteamentos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Renda imobiliária

Vitreo lança primeira carteira de fundos imobiliários e quer captar R$ 100 milhões

Após colocar em operação sua distribuidora de valores no início de maio, a Vitreo lança sua primeira carteira administrada composta de diferentes fundos imobiliários

Esperanças para o fim da crise

Conheça três dos principais estudos que buscam uma vacina contra o coronavírus – e que mexem com o mercado

Notícias do avanço de pesquisas sobre vacinas contra o coronavírus costumam impactar o mercado, que espera ansiosamente por uma solução.

Coronavírus na estatal

Petrobras tem 181 empregados com covid-19 e 510 recuperados, diz MME

A empresa não registra nenhum óbito entre os seus contratados, segundo o MME

De mãos dadas

Ministros militares agora negociam com o Centrão

Partiu do general reformado Augusto Heleno Ribeiro, o atual ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), na convenção do PSL que confirmou a candidatura de Jair Bolsonaro ao Planalto em julho de 2018, um dos mais duros ataques ao Centrão. Agora, andam de mãos dadas

ENERGIA

Aneel propõe empréstimo de R$ 15,4 bi a elétricas para evitar tarifaço

O financiamento visa cobrir custos gerados pela crise da covid-19 no setor elétrico e evitar um reajuste médio imediato de cerca de 12% no meio da pandemia.

em meio à crise

Governo pretende gastar R$ 44 mil com esteira ergométrica para Mourão

Justificativa para a procura é que o Palácio do Jaburu não tem aparelho “minimamente adequado” e que atenda aos “princípios da ergonomia e biomecânica”

dados do bc

Despesas de brasileiros no exterior foram as menores para abril desde 1999

Gastos de estrangeiros no País também caíram de forma dramática e somaram US$ 113 milhões em abril, o pior resultado para o mês de 1997

PREÇO SUBINDO

Petrobras anuncia alta de 5% no preço da gasolina e de 7% no diesel na refinaria

Cenário de alta para o preço do petróleo pela expectativa de avanços na descoberta de uma vacina para o novo coronavírus (covid-19).

PIOR QUE O ESPERADO

Fitch corta previsão para PIB do Brasil, de contração de 4% para queda de 6%

Em relatório divulgado nesta terça-feira, 26, a instituição cita a “deterioração da crise de saúde” provocada pelo coronavírus no País.

NO VERDE

Fluxo cambial total em maio até dia 21 está positivo em US$ 1,313 bi, diz BC

Os dados são influenciados pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre o fluxo cambial.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements