Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-20T10:17:03-03:00
Estadão Conteúdo
Retomada

IPC-Fipe acelera e sobe 0,86% na 2ª quadrissemana de janeiro (+0,79% na primeira)

Por outro lado, dois componentes perderam força ou aprofundaram leituras no território negativo: Alimentação e Despesas Pessoais (de um recuo de 0,39% para uma queda de 0,79%).

20 de janeiro de 2021
10:16 - atualizado às 10:17
preço
Imagem: Shutterstock

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,86% na segunda quadrissemana de janeiro, acelerando ante a alta de 0,79% da primeira quadrissemana do mês, segundo dados publicados nesta quarta-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Leia também:

Na quadrissemana mais recente, cinco componentes apresentaram aceleração dos preços: Habitação (de alta de 0,51% na primeira quadrissemana para avanço de 0,80% na mais recente); Transportes (de altas de 0,72% a 0,74%, na mesma comparação); Saúde (de avanço de 0,56% a uma alta de 0,76%); Vestuário (de avanços de 0,47% a 0,65%, na mesma comparação); e Educação (de alta de 0,67% a um ganho de 1,07%).

Por outro lado, dois componentes perderam força ou aprofundaram leituras no território negativo: Alimentação (de crescimento de 2,01% na primeira quadrissemana do mês para alta de 1,98% na mais recente); e Despesas Pessoais (de um recuo de 0,39% para uma queda de 0,79%).

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe na segunda quadrissemana de janeiro:

  • Habitação: 0,80%
  • Alimentação: 1,98%
  • Transportes: 0,74%
  • Despesas Pessoais: -0,79%
  • Saúde: 0,76%
  • Vestuário: 0,65%
  • Educação: 1,07%
  • Índice Geral: 0,86%

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa na contramão do mundo, o impulso das commodities, a pressão dos servidores públicos e tudo o que agitou os mercados nesta terça

Nada como uma perspectiva de aperto monetário para segurar o desempenho dos ativos de risco. E nesta terça-feira (18), os mercados financeiros americanos voltaram do feriado colocando nos preços a expectativa dos investidores com a alta dos juros e a redução dos estímulos monetários nos Estados Unidos. O resultado foi uma disparada nos juros futuros, […]

Fechamento Hoje

Ibovespa sobrevive a mar vermelho no exterior e consegue fechar em alta; avanço nos retornos dos Treasuries pesa nos juros e no câmbio

Principal índice da B3 lutou para se manter no lado positivo ao longo de todo o pregão, com ajuda das commodities; dólar, porém, também fechou em alta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies