Menu
2019-07-11T13:00:40-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Bradesco vê Ibovespa a 122 mil pontos no fim do ano e Bank of America Merrill Lynch reafirma 120 mil

Equipes de análise revisitam estimativas após aprovação do texto-base da reforma da Previdência. Risco é de altas ainda maiores

11 de julho de 2019
13:00
Bull-Bovespa touro
Imagem: Andrei Morais / Montagem/Shutterstock

O Bradesco BBI revisou sua avaliação para o potencial de alta do Ibovespa no fim de 2019 de 116 mil para 120 mil pontos e os analistas do Bank of America Merrill Lynch reafirmaram sua projeção de 120 mil pontos, com chance de altas ainda maiores.

Os relatórios comentam aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno pela Câmara dos Deputados. O Bradesco fala em uma forte âncora fiscal acreditando que o impacto da reforma e da MP 871, de combate a fraudes, pode facilmente passar de R$ 1,1 trilhão em dez anos.

Já o BofAML aponta que a previsão de R$ 900 bilhões só com a reforma atende às expectativas dos gestores, que trabalhavam com um número de R$ 700 bilhões, de acordo com as pesquisas feitas pela instituição.

As duas instituições avaliam que a aprovação da reforma abre espaço para futuras reduções da Selic, atualmente fixada em 6,5% ao ano. O Bradesco fala em redução de até 1,5 ponto percentual e o banco americano avalia que um corte de 1 ponto pode dar continuidade ao movimento de rotação de recursos de renda fixa para ações.

O BofAML mantém o Brasil como “acima da média” ou “overweight” dentro de sua carteira para América Latina e lembra que recentemente adotou postura mais construtiva com relação a empresas domésticas, como setor de consumo (Magazine Luiza entrou no portfólio).

Por outro lado, antevendo esse cenário de menores taxas de juros, houve uma redução do setor de financeiro, com menor exposição aos papéis do Itaú e Santander. O banco segue “overweight” em Banco do Brasil, Bradesco e B3.

O BofAML também avalia que as mudanças estruturais que estão para acontece podem reduzir o custo de capital no país, o que pode elevar ainda mais o potencial de alta do Ibovespa.

Em seu relatório, o Bradesco avalia que a Selic média será de 6,5% ao ano até o fim de 2022. Juro baixo deve impulsionar o mercado de capitais, reduzir as despesas financeiras das empresas e elevar a atratividade das ações em comparação com a renda fixa.

O Bradesco também acredita em um ciclo longo de crescimento, coisa de quatro ou cinco anos, e lista as seguintes ações como possíveis temas de investimento dentro desse quatro:  Lojas Renner, Arezzo, Burger King, Ultrapar, Hapvida, TOTVS, Klabin.

Ao comentar sobre a agenda de privatizações, que deve ganhar tração, os papéis listados pelo Bradesco são: Banco do Brasil, Cemig, CESP, Sabesp, Petrobras.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O cliente voltou

EUA retomam importação de carne in natura do Brasil

Até o momento, os americanos vinham comprando apenas carne enlatada do Brasil

Mudou de vez

Grupo Pão de Açúcar conclui migração para o Novo Mercado da B3 e ações PN deixarão de ser negociadas

Empresa anunciou ainda o início da negociação de ADRs na Bolsa de Valores de Nova York

Enfim, a decisão

Azul fecha acordo para a compra da TwoFlex por R$ 123 milhões

Proposta já havia sido comunicada ao mercado em 14 de janeiro deste ano, mas só agora foi definida

Seu Dinheiro na sua noite

Mamãe eu quero, mamãe eu quero dólar…

Quem me acompanha há algum tempo aqui na newsletter já deve me conhecer o suficiente para não se chocar com a revelação que vou fazer a seguir: eu não sou um grande fã de Carnaval. Mas se você curte sair nos blocos que vão invadir as ruas da cidade e fazer outras estripulias nos próximos […]

De olho no comércio

Procon vê irregularidades em fixação de preço nas lojas da Swift, da JBS

Produtos apresentavam apenas o valor do quilo, obrigando consumidor a fazer cálculos para saber quanto custa cada peça

Recorde atrás de recorde

Dólar sobe pelo quinto dia, cruza pela primeira vez os R$ 4,40 e avança mais de 2% na semana

Pressionado pela aversão ao risco no exterior e pela cautela com o cenário político doméstico, o dólar à vista atingiu novas máximas na semana e rompeu a barreira dos R$ 4,40 no momento de maior tensão. O Ibovespa também teve uma semana de maior estresse, recuando 0,61% desde segunda-feira

Enfim, consenso

Petrobras sela acordo com funcionários e põe fim à greve que durou 20 dias

Acordo foi possível após reunião de conciliação que começou na manhã desta sexta-feira

ONDE INVESTIR

Vale a pena investir em Ações Microcaps?

Max Bohm explica por que ele acredita que comprar as pequenas notáveis da bolsa é o melhor investimento do mundo.

Epidemia mundial

Coronavírus aumenta impacto sobre produção do setor eletroeletrônico, diz Abinee

57% das empresas associadas já enfrentam problemas no recebimento de materiais, componentes e insumos

Texto pronto!

Bolsonaro assina proposta de reforma administrativa que enviará após o carnaval

Presidente retirou do texto analisado a proibição ao servidor público de se filiar a partido político

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements