Menu
2019-12-24T14:10:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Selando a paz

Trump diz que fará uma cerimônia para assinar o acordo comercial com a China

O presidente americano, Donald Trump, disse que uma cerimônia pública será realizada para marcar a assinatura da primeira fase do acordo comercial com a China

24 de dezembro de 2019
13:53 - atualizado às 14:10
China/ EUA/ Guerra comercial
Imagem: Shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje que ele e o presidente da China, Xi Jinping, promoverão uma cerimônia oficial para a assinatura da primeira fase do acordo comercial entre os países, segundo com informações da Reuters.

"O acerto está pronto e está apenas sendo traduzido no momento", disse o chefe da Casa Branca, em conversa com repórteres na Florida. "A assinatura vai ser rápida, porque queremos que [o acordo] seja concluído".

EUA e China fecharam a primeira fase do acordo no último dia 13, após meses de negociação. Os detalhes finais do acerto ainda não são conhecidos, mas o consenso já foi suficiente para evitar que uma nova rodada de taxações sobre produtos chineses fosse imposta pelo governo americano antes do Natal.

Ontem, o governo de Pequim anunciou o corte de tarifas sobre produtos de vários parceiros comerciais, incluindo os Estados Unidos — uma iniciativa vista como necessária para a assinatura oficial do acordo firmado no meio do mês.

De acordo com o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, as autoridades das duas potências devem assinar os termos do acordo ainda na primeira semana de janeiro.

O clima mais ameno entre americanos e chineses têm cooperado para dar força às bolsas globais: nesta terça-feira (24), o Shanghai Composite, principal índice acionário chinês, fechou em alta de 0,67% — o Shenzhen, menos amplo, subiu 1,32%.

Nos Estados Unidos, o Dow Jones (-0,09%) e o S&P 500 (-0,01%) caem, mas o Nasdaq (+0,06%) sustenta leve alta — os três índices americanos renovaram as máximas históricas no pregão anterior.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

FECHAMENTO DA SEMANA

Juros futuros são grandes protagonistas da semana e ainda prometem mais emoção; dólar recua 1% e bolsa fica no vermelho

Com Copom duro e a sinalização de uma possível elevação nas taxas de juros nos EUA, os principais contratos de DI dispararam. Na semana, o dólar recuou com o forte fluxo estrangeiro e a bolsa seguiu o ritmo das commodities (mais uma vez)

Calendário completo

Banco Central: veja as datas das reuniões do Copom em 2022

O Copom é o órgão do BC responsável por definir, a cada 45 dias, a taxa básica de juros da economia brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies