Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-05-13T19:40:09-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Será?

Planalto: Eventualmente Brasil pode se beneficiar de guerra comercial

Declaração foi feita pelo porta-voz da Presidência da República, que ponderou que governo espera que Estados Unidos e China resolvam seus problemas comerciais

13 de maio de 2019
19:40
Porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros
- Imagem: Isac Nóbrega/PR

O porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, afirmou que eventualmente o Brasil pode se beneficiar da guerra comercial travada entre os Estados e a China, que ganhou um novo capítulo hoje com os chineses retaliando as tarifas americanas.

O desejo do governo brasileiro, no entanto, é de que os dois países resolvam seus problemas, já que são os maiores parceiros comerciais brasileiros.

Barros não detalhou quais poderiam ser esses ganhos eventuais, mas, em tese, haveria maior oportunidade para a venda de produtos brasileiros no segmento de commodities agrícolas.

“O governo brasileiro espera que os EUA e a China resolvam os seus problemas comerciais, pois são os dois maiores parceiros do nosso país. Eventualmente o Brasil pode beneficiar-se, não obstante qualquer problema entre as duas maiores economias, naturalmente, vai acarretar danos a todo mundo”, disse o porta-voz.

A escalada na guerra comercial pegou forte nos mercados financeiros fomentando a preocupação de que isso sirva de vetor para uma desaceleração no ritmo de crescimento da economia mundial.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Me vê bitcoin

De olho no interesse dos clientes por bitcoin (BTC), Mastercard vai lançar plataforma que une criptomoedas com cartões de débito e crédito

Com essa integração, o cliente pode receber cashback em criptomoedas após compras no cartão de crédito, por exemplo

Exile on Wall Street

Felipe Miranda: Entre “O fim do Brasil —parte 2” e o começo da terceira via

Depois do desastre com o teto de gastos, o que podemos esperar de uma resolução que não envolva nem Lula nem Bolsonaro?

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: Suas definições de “responsabilidade fiscal” foram atualizadas

A temporada de resultados brasileira, que começou na última sexta-feira, segue hoje com EcoRodovias, EDP Brasil, Neoenergia e TIM, após o fechamento do mercado. Enquanto isso, ao longo do dia, o presidente Jair Bolsonaro deverá lançar o Programa de Crescimento Verde, indicativo positivo para a COP26 de novembro

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) retoma os US$ 63 mil após cair na sexta-feira e outras criptomoedas sobem até 10% hoje; confira

Destaque para a Solana (SOL), que vem apresentando resultados acima da média das dez principais moedas do mundo

UM OLHO NO GATO, OUTRO NO PEIXE

Como a encrencada Evergrande pretende se inspirar em Elon Musk para sair da draga

Depois de depositar dinheiro devido a credores externos, fundador fala em deixar em segundo plano os empreendimentos imobiliários para investir em setores considerados mais promissores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies