Menu
2019-06-21T13:03:56-03:00
Estadão Conteúdo
A busca pelo acordo continua

Mais provável é nova reunião em Pequim sobre comércio em breve, diz Mnucchin

Secretário do Tesouro americano comentou que houve uma reunião “construtiva” com o vice-premiê Liu He em Washington, mas que ainda há trabalho a ser feito por um acordo

15 de maio de 2019
12:10 - atualizado às 13:03
China - Estados Unidos
Imagem: shutterstock

Secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin foi questionado durante audiência em uma comissão do Senado sobre o cenário nas negociações comerciais com a China. Em sua fala, Mnuchin fez um histórico das negociações dos dois últimos anos, comentando brevemente o quadro atual. Segundo ele, o mais provável é que ocorra "no futuro próximo" uma nova reunião em Pequim, para prosseguir com o diálogo. Além disso, a autoridade reforçou que o presidente Donald Trump pretende se reunir com o líder chinês, Xi Jinping, durante a cúpula do G-20 no Japão, no fim de junho.

Mnuchin comentou, porém, que enquanto isso Trump lançará mão de tarifas, a fim de garantir comércio justo com os chineses. O secretário comentou que houve uma reunião "construtiva" com o vice-premiê Liu He em Washington recentemente, mas disse que ainda há trabalho pela frente para se chegar a um acordo.

Segundo Mnuchin, havia a avaliação no governo americano de que se estaria perto de um "acordo histórico". Trump, porém, reclamou do que seria um recuo de última hora dos chineses em vários pontos, o que levou o presidente a impor a mais recente rodada de tarifas contra produtos da nação asiática.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

esquenta dos mercados

Com bolsas americanas fechadas, embate entre Guedes e Campos Neto ganha os holofotes

O ministro da Economia rebateu as críticas do presidente do Banco Central, que disse que o governo precisa de um plano mais concreto para passar credibilidade e maior confiança com o cenário fiscal,

NOVAS METAS

Petrobras planeja investir US$ 55 bilhões até o final de 2025

Plano estratégico prevê que maior parte dos recursos serão destinados ao pré-sal e redução da dívida bruta a US$ 60 bilhões até 2022

CHATEADO

Guedes rebate críticas e diz que governo manteve o rumo mesmo no caos

Ministro também respondeu ao presidente do BC, que disse que é preciso plano para lidar com trajetória da dívida

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Brasil tem 6,16 milhões de casos acumulados e 170 mil mortes

Nas últimas 24 horas, número de novos infectados sobe 54% e mortes avançam 4%, diz Ministério da Saúde

Que bolsa é essa?

Vacina ou vírus? Ganhe nos dois cenários com este IPO na bolsa

Uma das maiores gestoras do setor imobiliário está lançando um fundo a um preço bem interessante e com potencial para pagar proventos na casa de 7% ao ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies