Menu
2019-03-29T15:38:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Abaixo do esperado

GPA registra lucro de R$ 414 milhões no 4º trimestre

No período, companhia também apurou um lucro líquido dos acionistas controladores nas operações continuadas de R$ 528 milhões

21 de fevereiro de 2019
6:51 - atualizado às 15:38
Sede do Grupo Pão de Açúcar
Imagem: Divulgação

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) registrou um lucro líquido de R$ 414 milhões no 4º trimestre, alta de 46,8% na comparação anual.

O valor veio um pouco abaixo da expectativa dos analistas ouvidos pela Bloomberg, que esperavam um lucro em torno de R$ 446 milhões.

No ano, o lucro das operações continuadas somou R$ 1,254 bilhão, crescimento de 176,3%, enquanto no critério consolidado, os ganhos foram de R$ 1,193 bilhão, alta de 106%.

A companhia também apurou um lucro líquido dos acionistas controladores nas operações continuadas de R$ 528 milhões no quarto trimestre de 2018, uma melhora de 155,1% em relação ao mesmo período de 2017.

Esse número não leva em conta o resultado da Via Varejo, que a companhia contabiliza como operação descontinuada, já que está vendendo sua fatia na companhia.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do GPA cresceu 30,7% em um ano, e ficou em R$ 981 milhões no quarto trimestre de 2018. No ano, o indicador somou R$ 3,066 bilhões, crescimento de 32,5%.

O Ebitda ajustado do GPA no trimestre ficou em R$ 1,004 bilhão, crescimento de 8,4%, e no ano, em R$ 3,282 bilhões, crescimento de 13,4%. A margem Ebitda ajustado ficou em 7,2% no trimestre, com queda de 0,2 ponto percentual, e em 6,6% em 2018, avanço de 0,1 ponto.

A receita líquida do Grupo Pão de Açúcar no quarto trimestre somou R$ 14,012 bilhões, alta de 12% na comparação anual. No acumulado de 2018, as receitas somaram R$ 49,388 bilhões, avanço de 10,7%.

A estrela do momento

O destaque continua sendo o segmento Assaí, com crescimento de 23% nas receitas e de 35,9% no Ebitda no quarto trimestre. O lucro líquido da bandeira cresceu 37,9% em relação ao quarto trimestre de 2017, para R$ 351 milhões.

A dívida líquida do GPA fechou o ano em R$ 973 milhões, e a alavancagem, medida pela relação dívida líquida/Ebitda, fechou em -0,32 vezes. A posição de caixa da varejista estava em R$ 4,4 bilhões.

Via Varejo

Em fato relevante, o GPA informa que venderá mais uma fatia de sua participação na Via Varejo. Por meio de um contrato de total return swap, que será fechado com uma grande instituição financeira local, serão vendidas 40 milhões de ações ON, correspondentes a 3,09% do capital da Via Varejo. A operação será realizada na próxima segunda-feira (25), na B3. Assim, o GPA passará a deter 36,27% do capital da Via Varejo.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Nova esperança?

Estados Unidos planejam investir US$ 3,2 bilhões em antivirais para tratar covid-19 e outras doenças

Segundo o Dr. Fauci, principal conselheiro do presidente Joe Biden no combate à pandemia, novo programa vai acelerar o que já está em andamento

PODCAST MESA QUADRADA

De pintor de parede a chef renomado, Alex Atala diz que competitividade foi empurrão: ‘se não fosse provocado, seria um bundão’

Chef de cozinha fala sobre sua trajetória e comenta crises e investimentos bem sucedidos

Amor e presentes

Demanda por crédito no País sobe 13% em maio, impulsionada por Dia das Mães

Índice Neurotech revela que o aumento das vendas no varejo, especialmente nas lojas de departamento e vestuário durante a data comemorativa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies