Menu
2019-03-29T15:38:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Abaixo do esperado

GPA registra lucro de R$ 414 milhões no 4º trimestre

No período, companhia também apurou um lucro líquido dos acionistas controladores nas operações continuadas de R$ 528 milhões

21 de fevereiro de 2019
6:51 - atualizado às 15:38
Sede do Grupo Pão de Açúcar
Imagem: Divulgação

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) registrou um lucro líquido de R$ 414 milhões no 4º trimestre, alta de 46,8% na comparação anual.

O valor veio um pouco abaixo da expectativa dos analistas ouvidos pela Bloomberg, que esperavam um lucro em torno de R$ 446 milhões.

No ano, o lucro das operações continuadas somou R$ 1,254 bilhão, crescimento de 176,3%, enquanto no critério consolidado, os ganhos foram de R$ 1,193 bilhão, alta de 106%.

A companhia também apurou um lucro líquido dos acionistas controladores nas operações continuadas de R$ 528 milhões no quarto trimestre de 2018, uma melhora de 155,1% em relação ao mesmo período de 2017.

Esse número não leva em conta o resultado da Via Varejo, que a companhia contabiliza como operação descontinuada, já que está vendendo sua fatia na companhia.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do GPA cresceu 30,7% em um ano, e ficou em R$ 981 milhões no quarto trimestre de 2018. No ano, o indicador somou R$ 3,066 bilhões, crescimento de 32,5%.

O Ebitda ajustado do GPA no trimestre ficou em R$ 1,004 bilhão, crescimento de 8,4%, e no ano, em R$ 3,282 bilhões, crescimento de 13,4%. A margem Ebitda ajustado ficou em 7,2% no trimestre, com queda de 0,2 ponto percentual, e em 6,6% em 2018, avanço de 0,1 ponto.

A receita líquida do Grupo Pão de Açúcar no quarto trimestre somou R$ 14,012 bilhões, alta de 12% na comparação anual. No acumulado de 2018, as receitas somaram R$ 49,388 bilhões, avanço de 10,7%.

A estrela do momento

O destaque continua sendo o segmento Assaí, com crescimento de 23% nas receitas e de 35,9% no Ebitda no quarto trimestre. O lucro líquido da bandeira cresceu 37,9% em relação ao quarto trimestre de 2017, para R$ 351 milhões.

A dívida líquida do GPA fechou o ano em R$ 973 milhões, e a alavancagem, medida pela relação dívida líquida/Ebitda, fechou em -0,32 vezes. A posição de caixa da varejista estava em R$ 4,4 bilhões.

Via Varejo

Em fato relevante, o GPA informa que venderá mais uma fatia de sua participação na Via Varejo. Por meio de um contrato de total return swap, que será fechado com uma grande instituição financeira local, serão vendidas 40 milhões de ações ON, correspondentes a 3,09% do capital da Via Varejo. A operação será realizada na próxima segunda-feira (25), na B3. Assim, o GPA passará a deter 36,27% do capital da Via Varejo.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Pesquisa da FGV

Presente mais caro: inflação do Dia das Mães é a maior dos últimos quatro anos

Levantamento da FGV mostra que a inflação no Dia das Mães é a maior desde 2017; eletrodomésticos e passagens aéreas tiveram maiores saltos

Expansão

SPX Capital assume operações do Carlyle no país

As operações do Carlyle no Brasil serão absrovidas pela SPX Capital. Com isso, a gestora de Rogério Xavier se expande em private equity

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies