Menu
2019-04-24T12:15:43-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Setor aéreo

Gol divulga previsões para o trimestre — e ações reagem mal

A companhia aérea projeta crescimento na margem Ebitda, mas também prevê aumento nas despesas operacionais

9 de abril de 2019
11:56 - atualizado às 12:15
Avião da Gol
Gol prevê crescimento da margem Ebitda, mas também projeta aumento nas despesas operacionais - Imagem: Shutterstock

A Gol divulgou hoje algumas projeções operacionais e financeiras para o resultado do primeiro trimestre deste ano.

Por um lado, a companhia aérea projeta leve crescimento na margem Ebitda — isto é, a relação entre o lucro antes de juros, impostos depreciação e amortização (Ebitda) e a receita líquida. Mas, por outro, os custos operacionais, excluindo as despesas com combustível, também devem subir.

Tais previsões são preliminares e não auditadas. E o saldo dessas estimativas, ao menos para as ações da empresa, é negativo nesta terça-feira: os papéis PN da Gol recuam 2,93% no momento, a R$ 23,49, e aparecem entre os piores desempenhos do Ibovespa na sessão de hoje.

Segundo a Gol, a margem Ebitda deve ficar entre 29% e 30% entre janeiro e março deste ano, acima dos 28% contabilizados no primeiro trimestre de 2018. Na mesma base de comparação, a empresa também diz esperar um crescimento de cerca de 3% na receita unitária por passageiro (Prask, na sigla em inglês) e na receita operacional (Rask).

Já os custos operacionais, excluindo as despesas com combustível (Cask ex-combustível), também devem aumentar 3% na comparação anual. Segundo a Gol, o aumento desse tipo de gastos está relacionado à depreciação do real entre os períodos.

Em termos de capacidade, a companhia aérea prevê crescimento de 5% no ASK, um indicador operacional que mede a relação entre a quantidade total de assentos disponíveis e a distância de cada etapa de voo.

Por fim, a Gol ainda afirma ter amortizado R$ 203 milhões de dívida durante os três primeiros meses de 2019. "A liquidez total no final do trimestre está estimada em R$ 3,5 bilhões", conclui a companhia aérea.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

atenção, acionista

Carrefour paga R$ 175 milhões em juros sobre capital próprio e altera valor de dividendos

Cifra equivale a R$ 0,088148225 por ação em circulação; também anunciou uma modificação do valor por ação dos dividendos aprovados em abril, de R$ 0,382372952 para R$ 0,382361396

maior apetite por risco

Empresas do Brasil captam US$ 4,6 bilhões; montante deve aumentar com ofertas de Stone e Light

Emissores brasileiros haviam paralisado planos de captar no exterior nos últimos meses, em meio à turbulência interna com a pandemia e o aumento do juro norte-americano

em meio ao aumento de consumo de frango

SuperFrango, de Goiás, retomará IPO de R$ 1 bilhão

Após resolver adiar a operação, a empresa fará uma apresentação mais cuidadosa de seu negócio aos analistas; oferta é estimada entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão

levantamento

Estatais descumprem critérios do marco do saneamento

GO Associados calculou que as companhias públicas do Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Alagoas, Maranhão, Amazonas, Pará, Piauí, Roraima, Rondônia e Amapá não atendem a todos os critérios da “etapa 1” do decreto – que prevê o cumprimento de índices mínimos dos indicadores econômicos-financeiros

questionamentos em brasília

Novo marco de saneamento é alvo de ofensiva no Supremo e no Congresso

No Supremo, mais de 20 empresas estatais que prestam hoje serviços no setor querem a volta da possibilidade de fechar os chamados “contratos de programa”, diretamente com as Prefeituras e sem licitação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies