Menu
2019-07-10T14:10:11-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Ranking

Os fundos multimercados mais rentáveis do primeiro semestre de 2019; será que o seu está na lista?

Fundos com maior retorno pesaram a mão na renda variável e tiveram grande volatilidade. Mas lembre-se de olhar um histórico de rentabilidade mais longo antes de investir nesse tipo de produto!

10 de julho de 2019
14:10
Medalha de ouro de primeiro lugar
Fundos multimercados mais rentáveis tiveram grande exposição a renda variável e alta volatilidade. Imagem: sergign/Shutterstock

A consultoria Economatica divulgou nesta tarde de quarta (10) um estudo com o desempenho dos fundos multimercados que compõem o Índice de Hedge Funds Anbima (IHFA), um indicador calculado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) com o objetivo de servir de parâmetro para o acompanhamento da evolução deste segmento.

O levantamento inclui um ranking com os multimercados mais rentáveis do primeiro semestre de 2019. É claro que uma análise de tão curto prazo para fundos multimercados não é a ideal, pois muitos destes fundos são destinados a objetivos de longo prazo e podem ter bastante volatilidade. Ou seja, na hora de escolher um fundo desse tipo, o ideal é olhar um histórico longo de rentabilidade.

Ainda assim, a análise pode servir para entender quais estratégias foram vencedoras num determinado período de tempo e também para acompanhar o desempenho dos fundos que o investidor tem em carteira frente aos seus pares, especialmente depois de analisar o desempenho médio dos ativos que eles têm em carteira. Saiba quais investimentos se saíram melhor no primeiro semestre de 2019.

Confira o ranking de rentabilidade dos fundos multimercados que compõem o IHFA

Fundos multimercados mais rentáveis do 1º semestre de 2019

Breve análise

Boa parte dos fundos multimercados mais rentáveis neste primeiros semestre são classificados como Estratégia Específica (focam em uma única estratégia) ou Investimento no Exterior (que podem investir mais de 40% do patrimônio líquido em ativos no exterior). É o caso dos fundos da CSHG, Oceana, JGP, M Square e do FoF Multi Global Equities, do Itaú.

Essas duas classificações tiveram a mais alta mediana de retorno no ano dentre todos os fundos do índice, segundo a Economatica: 13,40%, no caso dos fundos Investimento no Exterior, e 12,71%, no caso dos fundos Estratégia Específica.

Muitos dos fundos desta lista também são long biased, o que significa que eles lançam mão de estratégias para o investimento em ações que lhes permite ganhar na alta ou na baixa.

A maioria dos fundos da lista é destinado a investidores em geral, mas alguns são exclusivos para qualificados ou têm aporte inicial muito elevado, como é o caso do fundo do Itaú e do Oceana Long Biased. Alguns também estão fechados para captação, não aceitando novos aportes, como os da XP, o da JGP e os da Safari.

Importante ressaltar também que, para obter essas rentabilidades formidáveis, os fundos multimercados tiveram que pesar a mão em renda variável neste primeiro semestre. Pelo menos metade deles, incluindo os três primeiros, estiveram entre os 20 fundos do IHFA com maior posição em renda variável na última carteira aberta.

Por consequência, esses fundos também têm volatilidade bem alta. A maioria deles constou na lista dos 20 fundos do IHFA com maior volatilidade nos últimos 12 meses, segundo a Economatica. Isto é, com maior sobe e desce nos preços das cotas.

Em outras palavras, é possível concluir que os fundos multimercados mais rentáveis do primeiro semestre de 2019 se beneficiaram, em geral, da alta nos preços das ações, inclusive no exterior, lançaram mão de estratégias para ganhar até mesmo na baixa e correram uma boa dose de risco.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

efeito coronavírus

Brasil perde 1,1 milhão de empregos com carteira assinada em dois meses

Em abril, foram 860,5 mil vagas a menos e, no mês anterior, o país perdeu 240,7 mil empregos formais, segundo o Caged

ECONOMIA

Petrobras fará nova oferta de títulos globais; montante ainda não foi revelado

A Petrobras fará nova oferta de títulos globais. Em nota ao mercado, a companhia afirma que a subsidiária Petrobras Global Finance B.V. (PGF) planeja oferecer uma ou mais séries de títulos no mercado norte-americano em uma nova emissão, de valor ainda não revelado. A PGF pretende usar os recursos líquidos da venda dos títulos para […]

Exile on Wall Street

Elogio aos líderes falíveis: as ações da XP ficaram caras

A XP vale hoje R$ 93 bilhões. É mais do que Banco do Brasil. Quase o mesmo de Santander

Tranquilidade no câmbio

Ibovespa sobe e dólar cai a R$ 5,28; animação externa contagia o mercado brasileiro

O dólar à vista engata a sexta baixa seguida e o Ibovespa avança mais de 1%, sustentados pelo alívio global após o lançamento de um pacote de estímulo bilionário na Europa

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

OPERAÇÃO PLACEBO

‘Vai ter mais’, diz Bolsonaro sobre ação da PF no Rio

Nesta terça-feira, 26, a corporação cumpriu mandado de buscas e apreensão no Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador Wilson Witzel (PSC), e em outros endereços ligados ao governo do Estado.

medida anticrise

UE lança plano de apoio à economia de 750 bilhões de euros

O “Próxima geração” ainda precisa de aprovação por todos os Estados-membros para entrar em vigor; seriam 11,5 bilhões já neste ano

'gabinete do ódio'

Aliados de Bolsonaro são alvos de operação contra fake news

Roberto Jefferson, dono da Havan e ativistas bolsonaristas estão entre os alvos; investigação trata de ameaças, ofensas e fake news disseminadas contra integrantes da Corte e seus familiares

POLÍTICA INTERNACIONAL

Trump ameaça regular ou fechar plataformas de mídia social por “viés político”

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta quarta-feira, em sua conta oficial no Twitter, que seu governo irá “regular fortemente” ou fechar as plataformas de mídia social “antes de permitir” que elas “silenciem totalmente as vozes conservadoras”. Segundo Trump, é essa a percepção do Partido Republicano. “Nós vimos o que elas tentaram fazer, e […]

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

16 notícias para começar o dia bem informado

Warren Buffett se desfez de todas as suas ações de companhias aéreas americanas durante a crise do coronavírus. Ele viu um risco elevado no segmento – e não uma oportunidade de levar barganhas. Será que ele estava certo? No seu texto de hoje, o mestre Ivan Sant’Anna traz um panorama sobre os efeitos da crise […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements