Menu
2019-07-22T09:55:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
sem quedas

Projeção para alta do PIB em 2019 fica em 0,82%, após 20 semanas de queda

Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira que a mediana das previsões para a Selic em 2019 seguiu em 5,50% ao ano

22 de julho de 2019
8:40 - atualizado às 9:55
crescimento economia
Imagem: Shutterstock

O boletim Focus divulgado nesta segunda-feira, 22, estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 de 0,82%, acima da previsão da semana passada, de 0,81%. Depois de 20 semanas, essa é a primeira vez que a publicação do Banco Central não derruba sua própria projeção. Para 2020, a estimativa dos economistas segue em 2,10%.

No final de maio, o IBGE confirmou contração do PIB em 0,2% nos três primeiros meses de 2019 na comparação com o último trimestre do ano passado. A última queda do indicador havia ocorrido no quarto trimestre de 2016 e tinha sido de 0,6%. Em valores correntes, o principal indicador da economia brasileira totalizou R$ 1,714 trilhão.

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) no fim de 2019. O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira que a mediana das previsões para a Selic em 2019 seguiu em 5,50% ao ano. Já a projeção para a Selic no fim de 2020 passou de 6% para 5,75% ao ano.

Os economistas do mercado financeiro alteraram também a previsão para o IPCA - o índice oficial de preços - em 2019 e 2020. Para o Focus, a mediana para o IPCA este ano passou de 3,82% para 3,78%. A projeção para o índice em 2020 segue em 3,90%.

O relatório Focus trouxe ainda a projeção para o IPCA em 2021, que seguiu em 3,75%. No caso de 2022, a expectativa passou para 3,65%, ante 3,75% da semana passada.

O relatório também traz que a mediana das expectativas para o câmbio no fim deste ano caiu de R$ 3,80 para R$ 3,75. Já para o próximo ano, a projeção para o câmbio permaneceu em R$ 3,80, número igual ao verificado quatro pesquisas atrás.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

pandemia

Covid-19: Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela pandemia

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde registraram 452 óbitos pela covid-19

seu dinheiro na sua noite

Antes tarde do que mais tarde

Com o uso emergencial de duas vacinas contra o coronavírus aprovado no Brasil, ainda que com muito atraso em relação a outros países (incluindo emergentes), o brasileiro pode enfim vislumbrar a possibilidade de um retorno à vida normal. Está certo que ainda vai demorar, e provavelmente veremos o resto do mundo voltar à normalidade, enquanto […]

Fechamento

Vacina empolga, mas incertezas ainda são muitas e limitam os ganhos do Ibovespa; dólar fica estável

Embora o início da vacinação tenha criado um princípio de euforia, as incertezas ainda são muitas e nublam o cenário

atenção, acionista

Itaúsa anuncia o pagamento de juros sobre capital próprio adicionais

Base do pagamento é a posição acionária final do dia 22 de janeiro; provento tem retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,01768 por ação

insatisfações com a estatal

Petrobras sai em defesa de sua política de preços

Estatal listou uma série de respostas para justificar eventuais aumentos concedidos ou que possam vir a ser feitos este ano, diante de preços de petróleo em franca recuperação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies