Menu
2019-04-05T15:54:26-03:00
Estadão Conteúdo
O embate continua

Trump diz “não estar com pressa” para fechar acordo comercial com a China

Presidente norte-americano mudou o tom otimista das últimas semanas ao alertar a China que não irá assinar um acordo que não atenda as exigências de Washington

14 de março de 2019
9:12 - atualizado às 15:54
O presidente dos EUA Donald Trump
O presidente americano Donald Trump - Imagem: Shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou a China ontem à noite que não irá assinar um acordo comercial que não atenda as exigências de Washington, mudando o tom otimista das últimas semanas.

Após reunião com assessores na Casa Branca, Trump disse a repórteres que "não está com pressa" de fechar um acordo, o que contrasta com o que ele descreveu como "impaciência" de Pequim.

"A China quer muito fechar um acordo", disse Trump, acrescentando que o presidente chinês, Xi Jinping, sabe que ele não aceitará um acordo fraco, como fez no mês passado após a reunião de cúpula de Hanói com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, sobre a desnuclearização da Península Coreana. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Ao vivo

Líderes do PSDB e Podemos orientam partidos a votarem contra a MP da Eletrobras; acompanhe a análise no Senado

A Medida Provisória (MP) que viabiliza a privatização da Eletrobras é analisada pelo Senado nesta quinta-feira (17)

Novela sem fim

Senadores articulam aprovação da MP da Eletrobras sem os ‘jabutis’ polêmicos, mas fazem novas adições ao texto

Os senadores sabem, no entanto, que essa alternativa pode não ser bem sucedida e que a Câmara vai resgatar os trechos retirados

Parlamentares furiosos

CPI suspende trabalhos pede condução coercitiva do empresário Carlos Wizard

Wizard é apontado como um dos integrantes de um suposto “gabinete paralelo” de aconselhamento ao governo para ações de combate à pandemia

Sobre shoppings e alianças

Como “compra por vingança”, casamentos adiados e bebês podem beneficiar a Vivara

Ao reafirmar recomendação de compra, XP explica como retomada de planos familiares e a vontade de consumir vão beneficiar a produtora de joias

Indenização ao governo

Ford deve pagar R$ 2,5 bilhões ao governo da Bahia

O acerto deve ser anunciado nos próximos dias, segundo fontes dos setores automotivo e jurídico

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies