Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-25T16:25:22-03:00
Estadão Conteúdo
avanços no diálogo

G-7: EUA e Japão fecham acordo; Japão vai comprar excedente de milho americano

No entanto, segundo Trump, tarifas de automóveis dos EUA, que as autoridades japonesas queriam ver reduzidas, permanecerão onde estão

25 de agosto de 2019
16:25
Donald Trump
Imagem: Shutterstock

O presidente americano, Donald Trump, disse que os Estados Unidos e o Japão chegaram a um acordo comercial que, "em princípio", abriria caminho para mais exportações agrícolas norte-americanas para o Japão, ao mesmo tempo em que abandonaria a ameaça de aumento de tarifas norte-americanas sobre carros japoneses.

"Estamos trabalhando em um acordo com o Japão há muito tempo", disse Trump em um evento improvisado na cúpula do G7, onde se juntou pela segunda vez com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe. Trump disse que, como parte do acordo, o Japão concordou em comprar uma parcela significativa do excedente de milho dos EUA.

As tarifas de automóveis dos EUA, que as autoridades japonesas queriam ver reduzidas, permanecerão onde estão, disse Trump. No entanto, o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, disse que outras tarifas dos EUA seriam retiradas. Trump disse esperar que os líderes assinem o acordo no próximo mês, na ocasião da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Abe disse que ainda há "algum esforço remanescente que precisa ser feito no nível de trabalho", mas que os dois lados chegaram a um consenso sobre as questões centrais do comércio agrícola e industrial. O primeiro-ministro disse que o setor privado do Japão compraria milho dos EUA por causa de problemas com pesticidas. "O setor privado japonês ouve o setor público japonês", brincou Trump. "É um pouco diferente."

Trump retirou os EUA da não ratificada Trans-Pacific Partnership de 12 nações, que incluiu o Japão, em seu primeiro dia de trabalho no escritório em 2017. Um TPP revisado entrou em vigor no ano passado sem os EUA, e agora os agricultores americanos estão reclamando que os países membros - incluindo Austrália, Canadá e Nova Zelândia - e a União Europeia têm maior acesso aos mercados japoneses de carne bovina, suína e laticínios, há muito protegidos.

Os agricultores americanos também estão sofrendo com a queda nas vendas para a China, que cortou as compras agrícolas dos EUA em retaliação às tarifas de Trump sobre mais de US $ 250 bilhões em importações chinesas. O ministro da Revitalização Econômica do Japão, Toshimitsu Motegi, disse em Washington, no início desta semana, que as negociações entre o Japão e os EUA estavam em seus estágios finais.

Uma opção que os negociadores estavam buscando é fechar um acordo que não precisaria de ratificação no Congresso, de acordo com pessoas familiarizadas com as negociações. Ainda não está claro se o acordo anunciado no domingo precisaria passar pelo Congresso. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

CRYPTO NEWS

Cada vez mais países devem formar reservas de Bitcoin ao longo de 2022; entenda como você pode aproveitar

Você provavelmente já viu uma imagem similar a esta abaixo. Ela mostra o conceito da curva de adoção, em S, de uma nova tecnologia ou produto. A curva em formato de sino é um reflexo da curva em S, mostrando o tamanho, ao longo do tempo, dos públicos que aderem a tal inovação. Malcolm Gladwell […]

NOVAS BAIXAS

Dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pedem demissão do cargo; saiba quem são os substitutos

Um dos secretários vai para a Funpresp-Exe e o outro, para o Legislativo. Receita Federal diz que saída de seu diretor ocorreu a pedido do servidor

CONCESSÃO RECORDE

Caixa bate recorde em 2021 ao conceder R$ 140,6 bi em crédito habitacional e diz não esperar mais altas nos juros no financiamento imobiliário; entenda

O executivo afirmou que a Caixa segue os juros futuros com vencimento em oito anos para definir as taxas

RADIOCASH

Investidor superestima a China no curto prazo e subestima no longo prazo, diz Rodrigo Zeidan, professor da New York University Shangai

Em bate-papo com Jojo Washman, sócio-fundador da Vitreo, e com a jornalista Roberta Scrivano, ele também classifica a China como capitalista e fala do poder das fintechs no país

Operação de venda

Nubank está caro? Empiricus recomenda short no roxinho e vê potencial de queda de 70% de NUBR33

Casa de análise recomenda posição vendida nos BDRs do banco digital e considera seu valuation atual “inaceitável”. Potencial de queda do papel seria de 70%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies