Menu
2019-07-03T11:33:47-03:00
Estadão Conteúdo
dados do departamento do comércio

Déficit dos EUA comercial sobe a US$ 55,52 bilhões em maio

Apenas com a China, os EUA tiveram déficit comercial de bens de US$ 30,2 bilhões em maio, US$ 800 milhões maior do que o de abril

3 de julho de 2019
11:31 - atualizado às 11:33
Departamento de comércio dos EUA
Departamento de comércio dos EUA - Imagem: shutterstock

Os Estados Unidos registraram avanço no déficit comercial de maio, à medida que comportou o maior aumento mensal das importações em mais de quatro anos, enquanto exportações tiveram expansão mais moderada.

Dados com ajustes sazonais publicados hoje pelo Departamento do Comércio mostram que o déficit na balança comercial dos EUA saltou 8,4% em maio ante o mês anterior, a US$ 55,52 bilhões. O resultado foi de saldo negativo maior que o esperado por analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que déficit de US$ 54,4 bilhões.

Já o déficit de abril foi revisado para cima, de US$ 50,79 bilhões para US$ 51,22 bilhões.

Em maio, as exportações dos EUA avançaram 2,0% ante o mês anterior, a US$ 210,64 bilhões, e as importações tiveram crescimento de 3,3%, a US$ 266,16 bilhões, no maior aumento mensal desde março de 2015.

Apenas com a China, os EUA tiveram déficit comercial de bens de US$ 30,2 bilhões em maio, US$ 800 milhões maior do que o de abril. Nas trocas comerciais com o Brasil, os EUA registraram superávit de US$ 500 milhões no quinto mês do ano.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Após vacinação e apoio fiscal

Economia dos EUA está “em ponto de inflexão” positivo, diz Powell, do Fed

Economia norte-americana está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente, afirmou presidente do banco central norte-americano em entrevista

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies