Menu
2019-04-26T14:26:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
O bolo cresce

PIB dos EUA surpreende e cresce 3,2% no 1º trimestre de 2019

País também teve um aumento nos gastos de governos estaduais e locais e por maiores investimentos em estoques privados. 

26 de abril de 2019
10:10 - atualizado às 14:26
Donald Trump
O presidente dos EUA, Donald Trump - Imagem: Shutterstock

Enquanto a economia brasileira patina, o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA cresceu à taxa anualizada de 3,2% no primeiro trimestre de 2019, informou nesta sexta-feira, 26, o Departamento de Comércio do país.

O desempenho é melhor que esperavam os economistas e veio no embalo do avanço das exportações, de 3,7%, por maiores investimentos em estoques privados e um aumento nos gastos de governos estaduais e locais.

Os gastos de consumidores, que respondem por dois terços do PIB, cresceram a uma taxa anualizada de 1,2% no primeiro trimestre, perdendo força em relação ao ganho de 2,5% observado no quarto trimestre. Já os gastos de empresas com software, pesquisa e desenvolvimento aumentaram 2,7% no primeiro trimestre.

Na quinta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou estar "muito orgulhoso" do cenário na economia dos Estados Unidos. Segundo ele, o mercado de trabalho é "o melhor que já tivemos" e nenhuma outra economia pelo mundo é comparável à americana, neste momento.

Corte de juros

Apesar do forte desempenho da economia americana, o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, disse hoje que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) deveria cortar juros.

Em entrevista à emissora CNBC, Kudlow ressaltou que a taxa de inflação dos EUA tem desacelerado cada vez mais, o que pode abrir o caminho para o Fed reduzir juros nos próximos meses.

Kudlow também comentou que a economia forte dos EUA permite que Washington seja "muito agressivo" nas negociações comerciais com a China, que serão retomadas na próxima semana, em Pequim. Ele disse estar "cautelosamente otimista" em relação à possibilidade de os EUA fecharem um acordo comercial com os chineses.

Ainda na entrevista, Kudlow disse que as políticas do governo do presidente Trump estão reconstruindo a economia, que vem ganhando - e não perdendo - ímpeto.

*Com informações de agências internacionais e Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Negócio fechado

Petrobras assina venda de sua fatia de 50% no campo terrestre de Rabo Branco

O campo teve produção média em 2020 de 131 barris de petróleo por dia (bpd).

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Fundo Verde e a tragédia grega do Brasil

Ao despertar a fúria de Zeus por ter entregue o fogo do Olimpo aos mortais, Prometeu foi acorrentado e punido: durante o dia, uma águia devorava seu fígado; durante a noite, o órgão se regenerava — um ciclo de tormento eterno. Tragédias gregas, infelizmente, costumam ser úteis ao falarmos sobre o Brasil. Reformas econômicas demandam […]

FECHAMENTO

Commodities amenizam a queda da bolsa, mas exterior negativo e nova crise em Brasília falam mais alto

As commodities mais uma vez tentaram salvar a bolsa brasileira de um dia no vermelho, mas o exterior negativo e a cautela em Brasília falaram mais alto

Presidente otimista

EUA devem ter retomada econômica mais rápida em quase 40 anos, diz Biden

Segundo o democrata, o foco de seu governo se manterá em criar empregos e combater a pandemia de covid-19

Gestão na crise

Brasil vive uma espécie trágica de dia da marmota, diz Verde Asset

Navegar os mercados locais vem sendo uma odisseia extremamente complexa e nada indica que vai melhorar, diz a gestora de Luis Stuhlberger

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies