O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2019-05-09T07:23:33-03:00
Estadão Conteúdo
Azedou o acordo?

China promete retaliar, caso EUA levem adiante ameaça de tarifas na sexta-feira

Presidente americano anunciou que elevará de 10% a 25% as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses a partir desta sexta-feira e ameaçou o país com uma rodada extra de tarifas mais adiante

9 de maio de 2019
7:22 - atualizado às 7:23
China
China - Imagem: Shutterstock

O Ministério do Comércio da China divulgou comunicado nesta quinta-feira, no qual afirma que lamenta se os Estados Unidos levarem adiante novas tarifas nesta sexta-feira, mas promete retaliar caso isso se confirme. O governo de Pequim não deu detalhes sobre sua possível ação no caso, mas disse que tem mantido suas promessas nas negociações.

No domingo, o presidente americano, Donald Trump, anunciou que elevará de 10% a 25% as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses a partir desta sexta-feira e ameaçou o país com uma rodada extra de tarifas mais adiante. O governo de Pequim afirmou que será forçado a impor "as medidas necessárias", nesse caso.

Trump reclamou da dificuldade das negociações comerciais e disse que a China tentava recuar em compromissos assumidos anteriormente. Fonte: Associated Press.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Carreira

Alunos da USP têm prioridade no mercado de trabalho? Nem sempre os ‘selecionados’ da Fuvest vão ‘roubar’ seu emprego

A universidade faz tanta diferença na sua carreira? Nós respondemos essa pergunta sobre como a USP influencia sua empregabilidade

TRILHA DO UNICÓRNIO

Aplicativo de conta em dólar, Nomad recebe aporte de R$ 160 milhões e já é avaliado em mais R$ 1 bilhão

Nessa segundo rodada de captação, a Nomad, fintech de serviços financeiros em dólar, espera atingir 1 milhão de clientes até o fim do ano

FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar recua 0,12% e vale R$ 5,05. Euro sobe e é negociado a R$ 5,27. Confira o que movimentou o câmbio nesta segunda-feira

A segunda-feira ficou marcada por dados que apontam para uma desaceleração na economia chinesa

FECHAMENTO DO DIA

Derrotado: S&P 500 perde a luta e fecha o dia na lona; veja o comportamento das bolsas lá fora

Os três principais índices de Wall Street vieram de uma semana difícil, já que as preocupações com a desaceleração econômica dos EUA, um Federal Reserve mais agressivo e a inflação mais alta afetaram a confiança dos investidores

Criptomoedas no chinelo: bitcoin pode ir a US$ 20 mil e Ethereum a US$ 1,3 mil; entenda o motivo e se é uma boa investir agora

Bitcoin hoje derrete e cotação do ethereum também rompe barreira psicológica; situação tende a piorar, mas há salvação no olhar de analistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies