Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-12T18:48:09-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
quem dá mais?

Centauro eleva (de novo) proposta pela Netshoes — para cerca de US$ 114,9 milhões

A nova proposta equivale a US$ 3,70 por ação. A Centauro já havia oferecido, no último dia 28, US$ 3,50 por papel, mas o Conselho de Administração da Netshoes mostrou-se favorável à proposta feita pelo Magalu

12 de junho de 2019
7:21 - atualizado às 18:48
Estátua de Centauro e um céu de nevoeiro
Estátua de Centauro - Imagem: Shutterstock

A Centauro elevou novamente a proposta pela Netshoes, oferecendo US$ 3,70 por ação — cerca de US$ 114,9 milhões. E, com o anúncio, as ações da Netshoes na bolsa de Nova York subiram forte e fecharam o pregão desta quarta-feira (12) em alta de 13,16%, a US$ 3,44.

Em meio à disputa com o Magazine Luiza, a empresa já havia oferecido, no último dia 28, US$ 3,50 por ação. Mas o Conselho de Administração da Netshoes mostrou-se favorável à proposta feita pelo Magalu, de US$ 3,00 por ação.

Segundo a diretoria da Netshoes, a oferta da Centauro, a de US$ 3,50, não fornecia garantias suficientes em relação à condição financeira da companhia. Além disso, a fusão com o Magalu já havia recebido anuência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Diante disso, com a nova proposta a Centauro se dispõe a emprestar R$ 120 milhões, para reforço de capital de giro da empresa, e diz que vai liberar esse valor em até três tranches — sendo a primeira, no valor de R$ 70 milhões, em dois dias úteis a partir da assinatura do contrato mútuo.

O valor de R$ 120 milhões seria corrigido por 100% do CDI, acrescido de juros remuneratórios à taxa de 4% ao ano, pro rata temporis. A Netshoes teria 180 dias após a assinatura do contrato para quitar o empréstimo.

Outra novidade proposta pela Centauro é a contratação de um financiamento adicional com o Banco Votoratim, o que elevaria de R$ 325 milhões para R$ 375 milhões os recursos a serem tomados por empréstimo pela companhia para subsidiar a transação.

Em fato relevante, a companhia ainda ressaltou que as medidas se somam à proposta de celebração de um contrato de associação de marketplace, que permitirá a Centauro disponibilizar integralmente seu estoque para a venda no site da Netshoes.

"O contrato de marketplace terá prazo de vigência de um ano e incrementará o volume de estoque da Netshoes em aproximadamente R$ 300 milhões", diz o documento assinado pelo diretor de Relações com Investidores da empresa, José Luís Magalhães Salazar.

Quem dá mais?

A primeira oferta pela Netshoes partiu do Magazine Luiza no final de abril. A companhia propôs pagar US$ 2,00 por ação (cerca de US$ 62 milhões). Logo depois, a Centauro ofereceu US$ 2,80 por ação, numa operação que chegaria a US$ 87 milhões.

O Magalu então apresentou um aditivo para aumentar a oferta para US$ 3 por ação, somando aproximadamente US$ 93 milhões. Logo depois, a Centauro subiu a proposta para US$ 3,50/ação, ou US$ 108,7 milhões.

Ainda assim, o Conselho de Administração da Netshoes mostrou-se favorável à proposta feita pelo Magazine Luiza, marcando uma nova assembleia para esta sexta-feira (14).

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

De olho na estatal

Após novas falas de Bolsonaro sobre privatização, CVM vai investigar a Petrobras (PETR4)

A autarquia abre processo administrativos quando entende que precisa acompanhar os desdobramentos de algum assunto

ENRIQUEÇA ATÉ 2024

‘Investir muito em Bitcoin é coisa de imbecil’: estes 14 investimentos já dispararam até 1300% e têm potencial para te deixar rico

Apesar do hype das criptomoedas, existem outras ‘pechinchas exponenciais’ que estão fora do radar de muitos investidores; conheça

Um brinde

A Ambev (ABEV3) nunca vendeu tanta cerveja como no 3º trimestre. E as ações disparam na bolsa

A gigante de bebidas registrou lucro líquido de R$ 3,6 bilhões no terceiro trimestre, alta de 50% e acima do esperado pelo mercado. Hora de comprar a ação?

MERCADOS HOJE

Entre balanços positivos e nova elevação da Selic, Ibovespa opera em queda; dólar avança

Após a decisão do Copom de elevar em 1,5 ponto percentual a Selic, o mercado já espera mais para a próxima reunião. O impasse em Brasília pressiona ainda mais a curva de juros e já precifica uma alta de 1,75 p.p no próximo encontro.

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda após aumento de juros e IGP-M acima do esperado e dólar avança hoje

A agenda de balanços conta com Petrobras e Vale, enquanto o exterior deve sentir cautela antes da inflação nos EUA amanhã

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies