Menu
2019-08-13T15:09:12-03:00
Estadão Conteúdo
Em disparada

Eletrobras registra lucro de R$ 5,56 bilhões no 2º trimestre

Alta de 305% em relação ao mesmo período de 2018 refletiu a privatização da Amazonas Energia e a consequente reversão do patrimônio líquido negativo

13 de agosto de 2019
10:01 - atualizado às 15:09
Privatização Eletrobras
Sede da Eletrobras no Rio de Janeiro - Imagem: Divulgação

A Eletrobras registrou lucro líquido de R$ 5,56 bilhões no segundo trimestre deste ano, avanço em relação ao ganho de R$ 1,3 bilhão observado em igual período de 2018, informou a empresa em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

No período de abril a junho, a empresa teve receita de vendas de R$ 6,64 bilhões, frente à cifra de R$ 5,9 bilhões registrada no segundo trimestre do ano passado. A compra de energia para revenda custou R$ 466 milhões e os encargos para uso da rede elétrica, R$ 575 milhões.

O resultado líquido de operações descontinuadas no segundo trimestre foi de R$ 5,25 bilhões, frente ao valor de R$ 919 milhões visto no mesmo período do ano passado.

Patrimônio líquido

A alta do lucro líquido da Eletrobras no segundo trimestre deste ano, de 305% em relação ao mesmo período de 2018, refletiu a privatização da Amazonas Energia e a consequente reversão do patrimônio líquido negativo, informou a empresa em comunicado à imprensa.

Já as operações continuadas geraram lucro líquido de R$ 301 milhões. No período, a receita operacional líquida ficou em R$ 6,6 bilhões, alta de 12% frente aos R$ 5,9 bilhões registrados no segundo trimestre do ano passado.

Nesse ponto, a empresa destacou a agregação de receita da Eletrobras Amazonas GT, de R$ 727 milhões, e para a GAG Melhoria relativa às concessões renovadas de cerca de R$ 250 milhões.

O Ebitda recorrente da companhia cresceu 8% em relação ao período entre abril e junho de 2018, ao passar de R$ 2,8 bilhões para R$ 3,1 bilhões no segundo trimestre deste ano.

Com isso, a empresa registrou índice de alavancagem (dívida líquida/Ebitda recorrente LTM), nos período de 12 meses concluído em junho, de duas vezes, ultrapassando a meta da companhia de ficar abaixo de três vezes.

No semestre, o lucro líquido da Eletrobras foi de R$ 6,9 bilhões, alta de 272% em relação aos R$ 1,8 bilhões obtidos no primeiro semestre do ano passado. Na mesma base de comparação, a receita operacional líquida apresentou crescimento de 9,2%, passando de R$ 11,9 bilhões no primeiro semestre de 2018 para R$ 13,09 bilhões no primeiro semestre de 2019.

Nesse período, o destaque foi a entrada em operação da usina térmica Mauá 3, da Eletrobras Amazonas GT, e o recebimento de GAG Melhoria relativa às concessões renovadas pela Lei 12.783/2013.

"Excluindo os efeitos não recorrentes, o Ebitda recorrente se manteve em linha no acumulado, passando de R$ 6,1 bilhões no primeiro semestre de 2018 para R$ 6,03 bilhões no primeiro semestre de 2019", informou a Eletrobras.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Entre a cruz e a espada

Bitcoin se aproxima da “Cruz da Morte”: O que isso significa para a criptomoeda?

O bitcoin tocou essa linha imaginária no último final de semana, o que deve determinar o futuro da moeda para os próximos meses

Buscando confiança

Números de abril mostram melhora do IRB, mas queda da ação mostra que desconfiança persiste

Estratégia de rever contratos, principalmente no exterior, diminuiu as receitas fora do Brasil, mas ajudou sinistralidade e resultado final

Economia dos eua

Dirigente do Fed admite inflação alta, mas defende contínuo apoio monetário

Presidente da distrital do banco admitiu que as leituras recentes de inflação estão “altas” e devem ser monitoradas de perto

Aperto monetário

Vem aí uma alta de 1 ponto na Selic? Por que o mercado elevou as projeções para os juros após a ata do Copom

Juro básico da economia pode subir para 5,25% ao ano já em agosto se o Copom decidir apertar o ritmo de elevação da Selic para conter as pressões inflacionárias

Novo passo

PDG lança Vernyy, nova unidade de negócios de prestação de serviços imobiliários

Construtora está diversificando atividades como parte do seu plano de recuperação judicial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies