Menu
2019-11-28T19:31:11-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
câmbio

BC anuncia rolagem de swaps para fevereiro no modelo ‘casadão’

Operações serão feitas entre os dias 2 e 20 de dezembro buscando rolagem integral de US$ 7,5 bilhões

28 de novembro de 2019
19:31
Real e Dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Banco Central (BC) comunicou a rolagem dos contratos de swap (que equivalem à venda de dólar no mercado futuro) que vencem em fevereiro de 2020 e que somam US$ 7,5 bilhões. O modelo adotado envolve a possibilidade de troca de swaps por dólares à vista, o chamado “casadão”.

Com o anúncio feito na noite dessa quinta-feira, o BC responde, ao menos em parte, uma dúvida que levantei mais cedo sobre a eventual continuidade desse modelo de atuação. Hoje, a operação de troca de swaps por dólar à vista terminou no zero a zero, mas o mercado tomou todo o lote US$ 1 bilhão vendidos “a seco” no mercado à vista.

A rolagem começa na segunda-feira, dia 2 de dezembro, com lote de até US$ 500 milhões. Se esse montante não for trocado por dólar à vista, o BC procede com a rolagem tradicional dos swaps (empurra a data de vencimento mais para frente), ficando neutro do mercado. O BC pode mudar os volumes e o modelo se quiser.

Vale lembrar que a atuação não necessariamente se limita apenas a essa oferta de rolagem. Como o presidente, Roberto Campos Neto, e o diretor Bruno Serra Fernandes, já disseram, o BC atuará sempre que entender que o mercado está disfuncional, descolado dos fundamentos ou com problemas de liquidez.

Nesta quinta-feira, o dólar comercial chegou a operar em alta, indo a R$ 4,26, mas no meio da tarde as vendas se acentuaram e a moeda terminou o dia valendo R$ 4,2153, queda de 1,02% - veja nossa cobertura de mercados. O último pregão da semana e do mês, amanhã, marca a tradicional briga entre comprados e vendidos para a formação da Ptax, taxa referência de câmbio que liquida contratos futuros e outros compromissos em moeda estrangeira.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies