Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-19T13:04:57-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
economia que patina

Desemprego recua para 12,5% em abril e atinge 13,2 milhões de pessoas

Dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta sexta-feira, 31, pelo IBGE

31 de maio de 2019
9:06 - atualizado às 13:04
seguro-desemprego
Imagem: Shutterstock

O Brasil ficou com uma taxa de desocupação em 12,5% no trimestre encerrado em abril, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta sexta-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Essa é uma média móvel trimestral. Ou seja, refere-se aos meses de fevereiro, março e abril. No mesmo período do ano passado, a taxa estava em 12,9%. No trimestre em encerrado em março de 2019, a taxa de desemprego foi de 12,7%.

O número total de pessoas desempregadas no trimestre encerrado em abril deste ano é de 13,177 milhões.

Subutilização bate recorde

Faltou trabalho para 28,372 milhões de pessoas no País — o equivalente a 24,5% das pessoas em idade para trabalhar.  É o maior número série histórica do IBGE (iniciada em 2012) para o trimestre encerrado em abril.

O indicador inclui a taxa de desocupação, a taxa de subocupação por insuficiência de horas e a taxa da força de trabalho potencial, pessoas que não estão em busca de emprego, mas que estariam disponíveis para trabalhar.

Os números estão em linha com outros indicadores que confirmam a estagnação da economia. Nesta quinta, 30, o IBGE informou que o PIB brasileiro teve contração de 0,2% no primeiro trimestre do ano — a primeira baixa em dois anos.

O resultado ruim foi puxado em grande parte pelos recuos da indústria (-0,7%) e da agropecuária (-0,5%). No caso da indústria, as quedas estão intimamente atreladas a indústria extrativa (-6,3%) e, especialmente ao desastre de Brumadinho.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Cliente difícil

Barrada na alfândega: Carne de unidade da BRF não é mais bem vinda na China

País asiático suspende compra de produtos suínos e de aves processados na unidade de Lucas do Rio Verde (MT), alegando problemas no transporte

Esquenta dos Mercados

Pré-mercado: cautela antes da decisão do Copom e risco fiscal devem dividir atenção com balanços do dia

Em meio ao exterior positivo, bolsa brasileira deve lidar com cenário interno de incertezas quanto ao teto de gastos

Preparar para decolagem

Renovação total: Gol faz acordo para adquirir aviões novos; veja os detahes

Presidente da companhia aérea afirma que movimento é uma antecipação à esperada retomada da demanda por viagens após a pandemia

EXCLUSIVO

Inter lança família de fundos temáticos com entrada a partir de R$ 100; conheça os produtos

A Inter Asset lança hoje a Innova, família de fundos de investimento temáticos. O fundo de cannabis da Vitreo estreia o produto

De olho no Banco Central

Copom decide juros nesta quarta; veja como ganhar dinheiro com apostas no sobe e desce da Selic – e quando vale a pena

Opções de Copom, derivativos lançados no ano passado pela B3, permitem ao investidor apostar nas decisões de juros do Banco Central, protegendo a carteira de surpresas ou lucrando com cenários pouco prováveis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies