🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Rafaella Bertolini
Pesando no bolso

Prévia da inflação medida pelo IPCA-15 atinge 1,14% em setembro e acumula 10,05% em 12 meses

Estimativas do mercado para o índice no mês iam de 0,90% a 1,14%, com a mediana de 1,03%, de acordo com apuração do Broadcast

Rafaella Bertolini
24 de setembro de 2021
9:03 - atualizado às 10:37
dragão do Harry Potter cuspindo fogo
A meta de inflação perseguida pelo Banco Central para este ano, que é de 5,25%. - Imagem: Shutterstock

A inflação medida pelo IPCA-15, a prévia do índice oficial, acelerou e bateu em 1,14% em setembro, de acordo com a publicação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O resultado veio acima das estimativas do mercado, que iam de 0,90% a 1,14%, com a mediana de 1,03%, de acordo com apuração do Broadcast. 

Nos últimos 12 meses, o IPCA-15 acumula alta de 10,05%, bem acima do teto da meta de inflação perseguida pelo Banco Central para este ano, que é de 5,25%.

O que pesa na inflação

O maior impacto (0,46 p.p.) e a maior variação (2,22%) vieram do grupo Transportes, com os combustíveis marcando presença como os vilões novamente. A segunda maior contribuição veio de Alimentação e bebidas (1,27% e 0,27 p.p.), que subiu mais do que no mês anterior (1,02%). 

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta de preços em setembro.

Transporte e os combustíveis

O resultado do grupo de transportes foi influenciado principalmente pelo aumento dos combustíveis, que bateram 3% no último mês. A gasolina subiu 2,85% e acumula 39,05% nos últimos 12 meses.

Além disso, os demais combustíveis também apresentaram altas: etanol (4,55%), gás veicular (2,04%) e óleo diesel (1,63%).

Os veículos próprios, que haviam subido 1,06% em agosto, registraram alta de 1,19% em setembro. Houve aumento também nos automóveis novos (1,70%), os automóveis usados (1,34%) e as motocicletas (1,04%). 

Alimentação

A ida no supermercado vem ficando cada vez mais sentida pelo bolso dos brasileiro, e os resultados de setembro ilustram bem esta realidade. A inflação do grupo Alimentação e bebidas (1,27%) foi influenciado principalmente pela alimentação no domicílio, que acelerou de 1,29% em agosto para 1,51% em setembro.

Entre os itens que mais subiram no último mês estão:

  • carnes  +1,10%
  • batata-inglesa +10,41%
  • café moído +7,80%
  • frango em pedaços +4,70%
  •  frutas +2,81%
  • leite longa vida +2,01%. 

Do outro lado, houve queda pelo oitavo mês consecutivo nos preços do arroz (-1,03%) e pelo sexto mês consecutivo nos preços da cebola (-7,51%).

alimentação fora do domicílio também acelerou na passagem de agosto (0,35%) para setembro (0,69%).

Energia elétrica

A maior contribuição para inflação no grupo de habitação veio da energia elétrica, (3,61%), embora a variação tenha sido inferior à de agosto (5,00%).

No último mês passou a valer a a bandeira vermelha patamar 2, com acréscimo de R$ 9,492 a cada 100 kWh consumidos. Além disso, a partir de 1º de setembro, vigorou a bandeira tarifária de Escassez Hídrica, que acrescenta R$ 14,20 para os mesmos 100 kWh.

Compartilhe

BOMBOU NA SEMANA

A porta giratória de Milei na Argentina e o “novo” fracasso de Lemann: veja quais foram as notícias mais lidas do Seu Dinheiro nesta semana

13 de abril de 2024 - 14:05

Nesta semana, as leitoras e os leitores do Seu Dinheiro acompanharam de perto a agenda de Javier Milei. O presidente da Argentina virou figura popular ao assumir um país que passa por uma das piores crises econômicas de sua história.  O país viveu uma semana de “porta giratória”. De um lado, o HSBC vendeu as […]

A FORTUNA ENCOLHEU

Os 10 maiores bilionários do planeta perderam R$ 107,2 bilhões hoje — e aqui estão os motivos

12 de abril de 2024 - 19:45

Conhecidos por liderarem as empresas mais valiosas do mundo, esse grupo seleto de ricaços soma um patrimônio líquido de US$ 1,58 trilhão

DE OLHO NAS REDES

Dá para colocar a mão no fogo pela China? “Está sendo subestimada” — por que este gestor não aposta em uma catástrofe por lá

12 de abril de 2024 - 14:47

Enquanto boa parte do mercado não colocaria a mão no fogo pela China nos últimos tempos, um gestor vai na contramão do mercado e avalia que o país está bem melhor do que parece.  Em participação no Macro Summit Brasil 2024, evento realizado pelo Market Makers em parceria com Seu Dinheiro e Money Times,  João […]

LOTERIAS

O que aconteceu com a Lotofácil? Duas apostas faturam o prêmio principal, mas ninguém fica milionário; Mega-Sena e Quina acumulam

12 de abril de 2024 - 10:31

Duas apostas cravaram as 15 dezenas sorteadas no concurso 2076 da Lotofácil; saiba de onde vieram os bilhetes vencedores

MACRO SUMMIT 2024

“Olhando os mercados hoje, estou arrependido”: Luis Stuhlberger revela o hedge que ‘faltou’ no portfólio do fundo Verde e suas perspectivas macroeconômicas para o Brasil e o mundo

11 de abril de 2024 - 20:36

O gestor do lendário fundo Verde comentou as perspectivas para o cenário macroeconômico brasileiro e mundial durante participação no Macro Summit 2024

LOTERIAS

Uma aposta fatura sozinha o prêmio de R$ 1,7 milhão na Lotofácil — e pode ter sido você; Quina e +Milionária acumulam outra vez e pagam bolada multimilionária

11 de abril de 2024 - 12:40

Apenas uma pessoa cravou as 15 dezenas sorteadas no concurso 2075 da Lotofácil; confira os números que saíram na loteria

MACRO SUMMIT 2024

Investimentos em inflação e ações com retorno alto: as indicações da Itaú Asset e Dahlia Capital na bolsa e renda fixa

10 de abril de 2024 - 19:01

Mariana Dreux e José Rocha apontam incerteza e volatilidade nas políticas monetária global e fiscal no Brasil, mas com oportunidades de investimento

O FISCAL CHINÊS

Os economistas continuam a apostar na crise da China — mas o gigante asiático está “decepcionado” e já revelou o motivo

10 de abril de 2024 - 15:47

A agência de risco Fitch revisou a perspectiva para a nota de crédito soberana A+ da China, de estável para negativa

BUSCA POR PROTEÇÃO

Compra de barras de ouro dispara em rede de supermercados nos EUA em meio à forte valorização do metal precioso

10 de abril de 2024 - 12:06

Um dos principais expoentes do varejo norte-americano, a Costco, agora aposta no mercado de metais como nova fonte de receita em seus supermercados e e-commerce

MACRO SUMMIT 2024

A China está muito melhor do que o mercado imagina — e o “desastre” da vez é outro, diz gestor responsável por mais de R$ 5 bilhões

9 de abril de 2024 - 20:32

Fundador da Vista Capital, João Landau revelou suas apostas macroeconômicas — e abriu o jogo sobre a nova “Guerra Fria” que mexe com os mercados globais

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies