Menu
2019-03-21T20:11:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Tentou, mas não deu

Mesmo com salto de 138% no lucro do 4º trimestre, Cyrela fecha ano com prejuízo de R$ 84 milhões

Crescimento do lucro trimestral está relacionado ao aumento dos lançamentos e das vendas, com avanço da receita e diluição de custos

21 de março de 2019
20:11
Prédios em São Paulo
Cyrela amargou mais um prejuízo anual em 2018Imagem: Shutterstock

A Cyrela Brazil Realty divulgou nesta quinta-feira, 21, um prejuízo líquido de R$ 84 milhões em 2018, número 11,6% menor que o prejuízo de R$ 95 milhões registrados em 2017. A cifra também veio melhor do que os R$ 90,7 milhões de prejuízo que eram esperados pelos analistas de mercado consultados pela Bloomberg.

O balanço mostra que o resultado negativo veio mesmo com o salto de 138,1% no lucro líquido do 4º trimestre na comparação anual, fechando o período em R$ 116 milhões.

De acordo com o comunicado da empresa, o crescimento do lucro está relacionado ao aumento dos lançamentos e das vendas, com avanço da receita e diluição de custos.

E por falar em receita, as entradas líquidas da Cyrela alcançaram R$ 1,331 bilhão no quarto trimestre, avanço de 64,6% ante igual etapa do ano anterior. Já no ano, as receitas somaram R$ 3,146 bilhões, alta de 20,1% ante 2017.

O resultado financeiro foi positivo em R$ 16 milhões no trimestre, aumento de 88,9% ante igual período de 2017, e positivo em R$ 22 milhões no ano, recuo de 21,8%.

Lado bom e lado ruim

A Cyrela informou que seu resultado trimestral teve um impulso de R$ 29 milhões pela participação na construtora Cury e de R$ 37 milhões pela participação no projeto “Ibirapuera by Yoo”.

Já no outro lado da balança, os impactos negativos foram de R$ 42 milhões com novas contingências; R$ 13 milhões pelo distrato de oito terrenos nas regiões São Paulo, Rio de Janeiro e Sul; R$ 26 milhões sobre o impairment de terrenos e estoques nas regiões São Paulo, Sul, Rio de Janeiro e Belém e R$ 15 milhões pelo aumento da provisão para risco de crédito referente aos distratos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Reduzindo a participação

CSN começa a se desfazer de suas ações da Usiminas

Aproveitando o bom momento do setor siderúrgico na bolsa, a CSN vendeu mais de 50 milhões de ações preferenciais da Usiminas

O melhor do Seu Dinheiro

A limonada da bolsa e do dólar, as ações mais indicadas do mês e outros destaques da semana

A semana que passou tinha tudo para ser bem azeda para os investidores. No cardápio de notícias dos últimos dias tivemos: A alta da taxa básica de juros e a sinalização de que novos ajustes vêm por aí; Muito barulho político com a CPI da Covid; O projeto da reforma tributária de volta à estaca […]

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies