Menu
2019-09-23T09:24:27-03:00
Estadão Conteúdo
o fim

Operadora de turismo Thomas Cook, do Reino Unido, encerra operações

Empresa fracassou na tentativa de obter recursos para superar uma grave crise financeira; quatro companhias áreas foram paralisadas

23 de setembro de 2019
7:47 - atualizado às 9:24
aeroporto
Na sexta-feira, a companhia informou que buscava obter 200 milhões de libras esterlinas para seguir operando. - Imagem: Shutterstock

A operadora britânica de turismo Thomas Cook entrou em colapso nas primeiras horas desta segunda-feira, 23, após fracassar na tentativa de obter recursos para superar uma grave crise financeira. Mais de 600 mil viagens foram canceladas, e há cerca de 150 mil turistas fora do Reino Unido que terão de ser resgatados pelo governo do país.

A Autoridade de Aviação Civil (CAA, na sigla em inglês) do Reino Unido confirmou que a Thomas Cook encerrou as operações, o que implica na paralisação das atividades de quatro companhias áreas e na dispensa de 21 mil funcionários em 16 países. A empresa, que foi fundada há 178 anos, tinha cerca de 600 agências de viagens no Reino Unido.

Na sexta-feira, 20, a companhia informou que buscava obter 200 milhões de libras esterlinas (R$ 1 bilhão) para seguir operando. As negociações com acionistas e credores, no entanto, fracassaram.

A CAA informou que vai utilizar uma frota de aeronaves para fazer a repatriação dos 150 mil turistas que a Thomas Cook enviou para fora do país, e que agora não têm como retornar. O governo britânico informa que a operação será a maior do tipo em tempos de paz, e que o esforço deverá levar até duas semanas.

A maioria dos consumidores britânicos da Thomas Cook é protegida por um seguro de viagem estatal, o que garante que retornem para casa sem custos adicionais.

A Thomas Cook enfrentava problemas com dívidas há alguns anos, que se agravaram com a demanda menor por viagens ao exterior. Em maio, os débitos da companhia somavam 1,25 bilhão de libras esterlinas (mais de R$ 6 bilhões).

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Separação de bens

XP estuda fazer proposta por ações com “supervoto” da corretora que estão com Itaú

Objetivo do negócio é eliminar potenciais conflitos de interesse para que apenas os acionistas controladores da XP detenham ações que dão direito a 10 votos cada

diluição?

Notre Dame Intermédica avalia oferta de ações

Operadora de saúde verticalizada pode levantar R$ 2 bilhões com operação, segundo agência de notícias

MERCADOS HOJE

Ibovespa segue clima ameno no exterior e abre o dia em alta; dólar sobe após IGP-M

O cenário de cautela e otimismo se chocam no exterior. De um lado, a China parece se recuperar do coronavírus, de outro, a pandemia ainda parece longe de um fim. Com feriado nos Estados Unidos, liquidez deve seguir baixa

ainda ruim

Taxa de desemprego bate novo recorde no 3º trimestre

Desocupação sobe para 14,6% no trimestre encerrado em setembro, mas fica abaixo da mediana de estimativas

Nova tendência?

‘Efeito Grupo Mateus’ faz bancos de investimento colocarem o pé na estrada

Essa ida ao interior do Brasil deve trazer não só empresas grandes como o Mateus, mas empresas menores, que podem ser beneficiadas com uma nova abertura do mercado brasileiro para ofertas desse tipo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies