Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-05T16:59:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
olha quem tá desembarcando

Aérea ‘ultra low cost’, Flybondi começa a operar em outubro no Brasil

Empresa estreia com três voos semanais entre o Rio de Janeiro (Aeroporto do Galeão) e Buenos Aires (El Palomar), vendendo passagens, por tempo limitado, a partir de R$ 300 por trecho

5 de julho de 2019
8:18 - atualizado às 16:59
flybondioficial_
Imagem: Flybondi/ Divulgação / Instagram

Depois da norueguesa Norwegian e a chilena Sky chegarem ao Brasil, a aérea argentina Flybondi desembarca com uma proposta de preço agressiva, vendendo-se como “ultra low cost” - empresa de custo bem mais baixo que as concorrentes.

A companhia estreia com três voos semanais entre o Rio de Janeiro (Aeroporto do Galeão) e Buenos Aires (El Palomar), vendendo passagens, por tempo limitado, a partir de R$ 300 por trecho (sem taxas). As frequências da Flybondi serão às quartas, sextas e domingos.

Segundo o jornal o Estadão, ida em 11 de outubro e volta no dia 18 saiu por R$ 950 (com taxas), em simulação. Nas mesmas datas, a mesma viagem sairia por R$ 1,2 mil em os voos mais baratos da Gol nas mesmas datas.

De acordo com o presidente da Flybondi, Sebástian Pereira, a empresa tem quer ainda ampliar rotas no mercado brasileiro. A operação da Flybondi no Brasil ganhou autorização na última terça, 2.

Alta ocupação

Fundada em janeiro de 2018, a Flybondi conecta 17 destinos argentinos, além de voar para Assunção, no Paraguai. A proposta da empresa é ter alta ocupação de seus voos, mesmo a preços baixos.

Hoje, a companhia afirma ter 9% do mercado argentino e ocupação média de 81% nos voos. Segundo a Flybondi, entre os cerca de 1,6 milhão de passageiros que transportou nos seus primeiros 18 meses de operação, 200 mil viajaram de avião pela primeira vez.

As passagens em voos da Flybondi não incluem qualquer tipo de bagagem - nem sequer de cabine. Cada passageiro pode transportar 6 kg. Bagagens de cabine de até 10 kg ou malas despachadas têm custo extra, assim como a marcação de assentos.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DIA AGITADO

Dividendos: em meio a polêmica na CPI, Hapvida (HAPV3) paga JCP aos acionistas

Depois de dia agitado com citação de diretor da empresa na CPI da pandemia, Hapvida encerrou a quarta-feira com anúncio de pagamento de JCP

Ivan Sant'Anna

Bitcoin ou ouro? A verdadeira reserva de valor que você precisa ter entre os seus investimentos

Quando alguém fala em reserva de valor, deve ter em mente que se refere a ativos cotados na moeda do país em que o investidor vive, ganha e gasta.

Polêmica

Reserva de emergência e aplicações de curto prazo: CDB 100% do CDI pode ser melhor que Tesouro Selic?

Com a Selic mais alta, vale a pena voltar a discutir qual a opção ideal para a reserva de emergência; e, nesse sentido, os CDBs que pagam 100% do CDI com liquidez diária podem sim ser uma boa pedida

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies