⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2019-10-14T14:30:07-03:00
Estadão Conteúdo
dessa vez não foi no twitter

Trump diz que China precisa fechar acordo comercial com EUA

Em entrevista à emissora americana CNBC, o presidente norte-americano afirmou que a China está ficando “absolutamente devastada”, uma vez que empresas estão deixando o país asiático e “indo para outras partes, incluindo os EUA”.

10 de junho de 2019
11:08 - atualizado às 14:30
Presidente dos EUA, Donald Trump
Presidente dos EUA, Donald Trump - Imagem: shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje que a China irá eventualmente fechar um acordo comercial com a Casa Branca porque "eles terão de fechar".

Em entrevista à emissora americana CNBC, Trump afirmou que a China está ficando "absolutamente devastada", uma vez que empresas estão deixando o país asiático e "indo para outras partes, incluindo os EUA".

Trump disse ainda que se o presidente da China, Xi Jinping, não for à reunião de líderes do G20 no Japão, no fim do mês, tarifas dos EUA entrarão em vigor sobre mais US$ 300 bilhões em produtos chineses de imediato. Trump, no entanto, disse ter a expectativa de se encontrar com o líder chinês às margens do evento para discutir um pacto comercial entre os dois países.

Trump comentou também que Washington tentou buscar um acordo com o México sobre a crise migratória por meses, mas que as partes apenas chegaram a um consenso, anunciado na última sexta-feira (07), depois que ele ameaçou tarifar todos os produtos mexicanos. Diante do acerto, a Casa Branca decidiu suspender as tarifas, que entrariam em vigor hoje.

Segundo Trump, o México tomou 30% das montadoras dos EUA e, se as tarifas tivessem sido aplicadas, essas companhias voltariam para o território americano. No entanto, agora que o acordo com os mexicanos foi fechado, os EUA serão um "grande parceiro" do vizinho do norte, afirmou o presidente.

Trump também voltou a criticar o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) por ter elevado suas taxas de juros demasiadamente, o que, segundo ele, colocou a economia dos EUA "em desvantagem".

Por outro lado, Trump descreveu as tarifas adotadas pelos EUA como "uma coisa linda", que estão dando "tremenda vantagem para nós".

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Confira os últimos passos dos presidenciáveis na véspera das eleições

1 de outubro de 2022 - 8:02

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

ENTREVISTA

Elon Musk não está sozinho: o home office pode acabar com o fim da pandemia, alerta um dos principais gurus de carreiras do mercado

1 de outubro de 2022 - 7:23

A exemplo do dono da Tesla um número cada vez maior de empregadores quer os profissionais de volta ao escritório, afirma o mentor de carreiras e escritor Luciano Santos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa fecha setembro no azul, o potencial da Weg (WEGE3) e a semana do bitcoin; confira os destaques do dia

30 de setembro de 2022 - 19:19

O último pregão do mês foi também o último antes da definição do primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, levou um tempo até que a política fosse o principal gatilho para os negócios.  Isso porque o debate final entre os candidatos à chefia do Executivo não trouxe grandes mudanças no cenário-base, já […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha setembro no azul por um triz após nova onda do ‘efeito Meirelles’; dólar vai a R$ 5,39

30 de setembro de 2022 - 18:53

O Ibovespa deixou a política parcialmente de lado no último pregão antes do pleito de domingo

Balanço do mês

Os melhores investimentos de setembro: dólar tem a maior alta do mês, e Brasil vai na contramão do mundo com valorização de quase todos os ativos

30 de setembro de 2022 - 18:42

Títulos prefixados vêm logo em seguida, beneficiados pelo fim do ciclo de alta da Selic no Brasil. Veja o ranking completo dos melhores e piores investimentos do mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies