Menu
2019-06-14T07:29:28-03:00
Estadão Conteúdo
reflexo da tensão comercial

Produção industrial da China desacelera em maio, mas varejo ganha força

Vendas no varejo da China se recuperaram em relação a abril, que marcou o pior resultado em anos. Em maio, o setor varejista do país vendeu 8,6% mais do que no mesmo mês de 2018

14 de junho de 2019
7:29
yuan-china
Notas de yuan, moeda da China -

A atividade econômica da China ampliou a desaceleração em maio diante de tensões comerciais com os Estados Unidos, segundo os últimos números sobre produção industrial e investimentos, mas o setor varejista se esquivou da tendência e cresceu com maior vigor.

Dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) mostram que a produção industrial chinesa subiu 5% em maio ante igual mês do ano passado, depois de registrar aumento anual de 5,4% em abril. O resultado do mês passado veio abaixo das expectativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam acréscimo de 5,5%.

Já os investimentos em ativos fixos não-rurais tiveram expansão anual de 5,6% entre janeiro e maio, desempenho que também frustrou os analistas, que esperavam aumento de 6,1%, variação que foi observada nos primeiros quatro meses do ano.

Por outro lado, as vendas no varejo da China se recuperaram em relação a abril, que marcou o pior resultado em anos. Em maio, o setor varejista do país vendeu 8,6% mais do que no mesmo mês de 2018, superando a projeção de economistas, que era de ganho de 8,2%. Em abril, as vendas haviam subido 7,2% na comparação anual. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

acompanhe

LIVE: Tudo sobre a melhor semana de cripto da história

Vitreo e Empiricus transmitem conversa sobre semana histórica para o investimento em criptomoedas

Recuperação à vista?

EUA pisam fundo na vacinação e economia responde entre fevereiro e abril

Confira os destaques do Livro Bege para o período de imunização acelerada e fortalecimento dos gastos dos consumidores

Crescimento gringo

BofA passa a recomendar compra de ação da MRV, otimista com atuação da empresa nos EUA

Banco incorporou avaliação da AHS à sua análise e considera que potencial de crescimento da empresa ainda não está precificado

Ninguém escapa

Cenário turbulento afeta até mesmo os IPOs da saúde, um dos setores preferidos dos investidores

Empresas com ofertas ambiciosas tiveram de reduzir suas estimativas de preços ou adiar datas para seguir com as operações

Disparada

No embalo do recorde do bitcoin, ações da Coinbase disparam mais de 70% na estreia na Nasdaq

O CEO da empresa, Brian Armstrong, comentou mais cedo sobre a abertura de capital da Coinbase ao portal CNBC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies