Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-06T11:36:18-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
guerra monetária?

Para China, EUA geram turbulência ao rotular País como manipulador cambial

Banco do Povo da China afirmou que se opõe fortemente à decisão dos EUA de designar o país asiático como um “manipulador cambial”

6 de agosto de 2019
11:36
China/ EUA/ Guerra comercial
Imagem: Shutterstock

O Banco do Povo da China afirmou nesta terça-feira, 6, que se opõe fortemente à decisão dos Estados Unidos de designar o país asiático como um "manipulador cambial".

Para a instituição, a atitude americana é um comportamento protecionista que, além de minar seriamente a ordem financeira internacional, provocará turbulência nos mercados financeiros.

A autoridade monetária chinesa voltar a se defender alegando que a cotação do yuan é determinada por dinâmicas de oferta e demanda nos mercados e voltou a rechaçar ter usado a taxa de câmbio como uma ferramenta para lidar com disputas comerciais.

A moeda chinesa passou por uma forte desvalorização e, agora, o dólar vale mais de sete yuan, nível que não era rompido há mais de uma década. Via Twitter, o presidente dos EUA, Donald Trump, acusou o governo chinês de estar manipulando artificialmente o câmbio — uma "enorme violação" que, segundo ele, irá culminar num "grande enfraquecimento"da China ao longo do tempo.

No comunicado divulgado pelo banco chinês nesta terça-feira, a autoridade monetária argumentou ainda que a China não preenche os "padrões quantitativos" formulados pelo Departamento do Tesouro dos EUA como critério para a designação como "manipulador cambial".

Desde 2018, os EUA "têm continuamente provocado uma escalada das disputas comerciais", critica o PBoC, instando os americanos a "retornarem à trilha correta da racionalidade e da objetividade".

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

AMPLIANDO A BASE

Em busca do pequeno investidor, BR Partners (BRBI11) fecha preço de oferta de ações; papéis sobem

Banco havia realizado IPO em junho do ano passado em operação que permitia a compra dos papéis nos primeiros 18 meses apenas por investidores que tivessem mais de R$ 1 milhão em aplicações, os chamados investidores qualificados

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) avança para os US$ 38 mil antes da decisão de política monetária do Fed, mas semana ainda é difícil para mercado de criptomoedas

Investidores aguardam maiores informações sobre a retirada de estímulos e alta nos juros por parte do Banco Central americano

EXILE ON WALL STREET

Para triunfar, antes é preciso atravessar: confira três dicas importantes para seguir antes de investir

Antes de tomar qualquer decisão no calor do momento, seja pelo excesso de otimismo ou por um receio em demasia, é necessário ter em mente três lições para investir bem e com prudência

FOME POR EXPANSÃO

BTG Pactual (BPAC11) compra 100% da carteira da Planner Investimentos e acirra disputa com XP por agentes autônomos

Com o negócio, a corretora Planner vai deixar de atuar na corretagem e assessoria de investimentos para pessoas físicas

SÓ NO TAPETINHO

Petz (PETZ3) fecha aquisição da Petix pela liderança no mercado de tapetinhos higiênicos e ações disparam

Em mais uma investida viabilizada por oferta subsequente realizada no fim do ano passado, Petz precifica a dona da marca SuperSecão em R$ 70 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies