2019-06-05T06:36:11-03:00
Estadão Conteúdo
tirando o pé do acelerador

FMI corta projeções de crescimento do PIB da China em 2019 e 2020

Fundo agora prevê que o PIB chinês crescerá 6,2% em 2019 e 6% em 2020; anteriormente, suas estimativas eram de altas de 6,3% neste ano e de 6,1% no próximo ano

5 de junho de 2019
6:36
shutterstock_511208572
O FMI espera ainda que a expansão da China desacelere gradualmente nos próximos anos, até chegar a 5,5% em 2024. - Imagem: Shutterstock

Após completar sua última missão de avaliação da China, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu levemente suas projeções de crescimento da segunda maior economia do mundo.

O Fundo agora prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) chinês crescerá 6,2% em 2019 e 6% em 2020. Anteriormente, suas estimativas eram de altas de 6,3% neste ano e de 6,1% no próximo ano.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, o FMI avalia que os planos do governo chinês de adotar medidas de estímulos compensam parcialmente a recente decisão dos Estados Unidos de elevarem tarifas sobre mais US$ 200 bilhões em produtos da China.

O FMI espera ainda que a expansão da China desacelere gradualmente nos próximos anos, até chegar a 5,5% em 2024, quando sua economia deverá atingir uma trajetória de crescimento mais sustentável.

Já no curto prazo, a perspectiva da China é particularmente incerta, devido à possível escalada de tensões comerciais com os Estados Unidos, ressaltou o Fundo. No momento, Pequim e Washington estão num impasse de suas negociações para um eventual acordo comercial.

O FMI destaca também que o progresso nas reformas estruturais da China levou a uma maior abertura da economia do gigante asiático e aprimorou seu papel nas forças de mercado.

A entidade recomenda, porém, que, para impulsionar a produtividade e garantir o crescimento no longo prazo, a China faça esforços adicionais para reformar estatais, abrir o setor de serviços e modernizar suas estruturas de políticas.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

FORTES SINAIS

Por que você deveria olhar a disparada de juros dos empréstimos imobiliários dos EUA com o risco iminente de recessão? Eles levaram à crise de 2008 e voltaram a subir

Os juros de financiamentos de até 30 anos saíram de 2,75% para mais de 6% em relação ao mesmo mês de 2021

skin in the game

Como os criadores do podcast Stock Pickers querem fazer a cabeça do mercado com o Market Makers

Em parceria com a Empiricus, Thiago Salomão e Renato Santiago lançam novo podcast e querem começar clube de investimentos

SÁBADO EM CRIPTO

Bitcoin acumula alta de 10% na semana, ethereum sobe 20% e criptomoedas tentam aproveitar alívio do noticiário para avançar hoje; confira

Entre os destaques dos últimos dias estão a nova parceria da Binance no Brasil, o ataque ao site do Tether (USDT) e os problemas na Celsius

OLHA A FOGUEIRA

Me ajuda, São João! Itens de festas juninas ficaram 13,52% mais caros do ano passado para cá; confira produtos que subiram mais

Os principais itens são aqueles relacionados às commodities, influenciadas pelas cotações internacionais e dólar

FOLLOW-ON

Novas ações da Eneva (ENEV3) começam a ser negociadas na terça-feira e aumentam o caixa da empresa R$ 4 bilhões

O preço por ação ficou em R$ 14,00, levemente abaixo do desempenho dos papéis em negociação da empresa, que fecharam a sexta-feira cotados a R$ 14,73

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies