Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-09-06T07:24:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
das ruas para o mercado

Fitch corta nota de crédito de Hong Kong, após meses de protestos

Agência reduziu o rating soberano em moeda estrangeira de longo prazo, de AA+ para AA, com perspectiva negativa

6 de setembro de 2019
7:24
hong-kong
Hong Kong - Imagem: Shutterstock

A Fitch cortou a nota de crédito de Hong Kong, na primeira iniciativa do tipo desde antes da transferência da antiga colônia britânica para a China em 1997.

Citando meses de protestos e persistentes conflitos no território semiautônomo, a Fitch reduziu o rating soberano em moeda estrangeira de longo prazo de Hong Kong, de AA+ para AA, com perspectiva negativa.

"Os eventos atuais também causaram danos duradouros à percepção internacional da qualidade e da eficácia do sistema de governança e do Estado de direito de Hong Kong, e puseram em dúvida a estabilidade e o dinamismo de seu ambiente de negócios", comentou a Fitch em comunicado.

A Fitch atribuiu sua perspectiva negativa à visão de que, mesmo com a recente decisão de Hong Kong de ceder à parte das exigências de manifestantes, é provável que persista um certo grau de descontentamento popular.

Na quarta-feira (04), a chefe de governo de Hong Kong, Carrie Lam, anunciou a retirada de um polêmico projeto de lei que previa extradições para a China e que acabou se tornando estopim de uma onda de protestos iniciada há cerca de três meses.

Para a Fitch, a possibilidade de novos episódios de tumulto social pode minar ainda mais a confiança nas instituições públicas e manchar a percepção da governança, instituições, instabilidade política e ambiente de negócios de Hong Kong.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

De carona no foguete

Bitcoin volta a tocar patamar dos US$ 40 mil; Confira o que está impulsionando o mercado hoje

De acordo com especialistas, o índice do medo do bitcoin se mantém neutro depois de passar dois meses na zona vermelha

Fartura nos resultados

Trimestre apetitoso! McDonald’s supera expectativas do mercado e registra lucro de US$ 2,22 bilhões

Com ajustes, o lucro por ação somou US$ 2,37 e ficou acima da previsão de analistas consultados pela FactSet, de US$ 2,11

O melhor do seu dinheiro

Entrevista exclusiva com a Ânima, o fim de uma era no Santander e mais destaques desta quarta-feira

A pandemia da covid-19 acertou em cheio as empresas de educação privada na bolsa. Em meio à crise, muitos alunos que trabalhavam para pagar as mensalidades acabaram perdendo o emprego. O resultado no balanço das companhias foi o aumento na inadimplência e a queda no número de estudantes nos cursos de graduação. Mas como costuma […]

Lucro forte

Na Olimpíada dos balanços, a WEG foi ao pódio mais uma vez no segundo trimestre

A WEG novamente mostrou forte crescimento na receita líquida, Ebitda e lucro, auxiliada pela demanda forte no exterior e no Brasil

Balanço trimestral

Lucro da Pfizer atinge R$ 5,563 bi turbinado por venda de vacinas

O resultado é 59% maior do que o ganho de US$ 3,489 bilhões registrado em igual período do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies